Sono excessivo: conheça os perigos da hipersonolência

Você é daqueles que já acorda com sono? 🤭 Você sabia que o sono excessivo pode oferecer perigos à sua saúde?

Nesse post vamos falar um pouco sobre a hipersonia, que é essa vontade quase incontrolável de cochilar que algumas pessoas sentem durante o dia.

(agora você deve estar preocupado pensando: eu sinto isso? 🤔)

meme da personagem de novela Nazare Tedesco fazendo conta se tem sono excessivo
(Créditos: Amino)

Eu sei, parece que estamos falando de quase 90% da população brasileira, mas, calma, é preciso muita cuidado para diagnosticar esse distúrbio no sono.

Nesse post vamos te ajudar a identificar o problema, te contar um pouco sobre os perigos do sono excessivo e dar algumas dicas que poderão te ajudar a vencer o problema sem fazer uso de medicamentos.

Eu tenho sono excessivo?

✋ Antes de mais nada, precisamos deixar bem claro que essas dicas que daremos aqui não substituem um acompanhamento médico. 

🚨 O sono excessivo pode ser muito perigoso para a sua vida e já, já vamos te dizer o porquê. 

Existem exames, como a polissonografia, que são capazes de detectar até 87 distúrbios do sono.

Se você costuma dormir mal ou sentir sono excessivo, a nossa indicação é sempre que procure a opinião de um especialista.

Um dos testes usados pelos médicos para identificar a hipersonia é a escala Epworth.

Esse teste foi criado pelo especialista australiano Murray Johns e se tornou uma ótima ferramenta para a identificação de sono excessivo.

Pegue uma folha de papel e anote as suas respostas! 🗓

👉 Marque:

A – Nenhuma chance
B – Chance pequena
C – Chance moderada
D – Chance alta 

Teste: Você é sonolento?

Qual a probabilidade de você cochilar ou adormecer nas seguintes situações.

1- Sentado e lendo.
(A)  (B) (C)  (D)

2- Assistindo a TV. 
(A)  (B) (C)  (D)

3- Sentado e quieto em um lugar público, sem atividade.
(A)  (B) (C)  (D)

4- Andando uma hora sem parar como passageiro em um meio de transporte. 
(A)  (B) (C)  (D)

5- Se estiver de carro, enquanto para por alguns minutos no trânsito. 
(A)  (B) (C)  (D)

6-Deitado para descansar à tarde, quando as circunstâncias permitem.
(A)  (B) (C)  (D)

7- Sentado, conversando com alguém. 
(A)  (B) (C)  (D)

8- Sentado calmamente após o almoço, sem ter tomado bebida alcoólica.
(A)  (B) (C)  (D) 

👉 Agora some a sua pontuação:

A – 0 pontos
B – 1 ponto
C – 2 pontos
D – 3 pontos

👉 Resultado: 

0 – 9 pontos: Normal
10 – 15 pontos: Sonolência leve
16 – 20 pontos: Sonolência moderada
21 – 24 pontos: Sonolência severa

Sintomas de sono excessivo

Pessoa com sono excessivo dormindo com o livro no rosto

☝ Vale lembrar que na adolescência os jovens têm tendência a sentir mais sono. 

Em cada fase da vida o ser humano precisa de um tempo de descanso diferente. 

Você pode ler mais sobre isso no nosso artigo Descanso ideal: Qual a quantidade de sono necessária para cada idade.

Uma boa maneira de identificar o problema do sono excessivo é ficar atento aos sintomas.

Pessoas com hipersonolência costumam apresentar menos motivação e menor desempenho no trabalho. 

Ansiedade, irritabilidade, diminuição da energia, inquietação, pensamento lento, fala lenta, perda de apetite, alucinações e problemas de memória também são outros sintomas que aparecem em um indivíduo com hipersonia.

Portanto, ao perceber algum desses sinais, procure um especialista. 👩‍⚕

Perigos da hipersonolência

Quando estamos com sono, os nossos reflexos diminuem e ficamos mais dispersos. Por isso, uma pessoa com sono excessivo está mais propícia aos acidentes domésticos, de trabalho e de trânsito.

⚠ Quando o assunto é sono demais, todo cuidado é pouco! 

Para as crianças e adolescentes, o sono excessivo pode fazer com que eles tenham uma queda no rendimento escolar e dificuldades no relacionamentos sociais.

criança escrevendo na escola com sono excessivo

Outros riscos aparecem quando falamos de reações do organismo.

Saiu reportagem recente falando que o excesso de sono pode aumentar consideravelmente o risco de um acidente cardiovascular cerebral (AVC).

A descoberta foi resultado de um estudo publicado no periódico científico Neurology da Universidade de Ciência e Tecnologia Huazhong, na China.

A reportagem diz que dormir mais de 9 horas por dia ou tirar cochilos por mais de 90 minutos pode aumentar consideravelmente o risco de derrame.

Tratamento para o sono excessivo

Como já falamos aqui, o acompanhamento médico é fundamental para qualquer suspeita de sono excessivo, mas alguns hábitos podem ajudar a amenizar o problema.

Evite dormir tarde ou dormir pouco:

O sono é essencial para manter o corpo saudável: ele pode melhorar a nossa qualidade de vida e até aumentar a longevidade. 

Por isso, evite o trabalho noturno ou ficar acordado até tarde.

O sono irregular ou a privação dele confunde o metabolismo e, a longo prazo, pode até reduzir a expectativa de vida.

💡 Durma bem e na medida!

🚨 Se você tem sentido desconforto na hora de dormir, precisa resolver isso pra já!

A Euro tem uma linha super especial pra você que quer ter um sono de qualidade em um colchão muuito confortável.

A linha #Kingsdown reúne o luxo e a tradição presentes nos ambientes mais sofisticados do mundo no seu quarto para você ter uma noite de Rei 🤴🏻/ Rainha 👸🏻.

A Kingsdown é uma empresa luxuosa de colchões sediada na Carolina do Norte (EUA) da qual a Euro tem o prazer de ser parceira e única revendedora no Brasil.

O melhor da tecnologia mundial no setor de colchões bem aqui na Euro pertinho de você! 😍

Modelos da linha kingsdown da euro colchõees
São seis modelos de colchão à sua escolha!

Tenha uma dieta leve e rica

Tão importante quanto dormir bem é comer bem!

Nos alimentos encontramos uma infinidade de benefícios para todo o nosso corpo e para os diversos quadros de saúde.

Sabemos também que a alimentação faz toda a diferença na nossa rotina. Além de prevenir doenças, pode ser uma ótima ferramenta para combatê-las.

Uma dieta balanceada, variada e rica em nutrientes faz bem ao corpo e a mente.

Melhora o condicionamento físico, a memória, o raciocínio e nos ajuda a controlar problemas de saúde.

💡 Procure um nutricionista para definir uma dieta adequada ao seu organismo!

Pratique exercícios físicos

Segundo um artigo da Revista Brasileira de Medicina do Esporte, um levantamento da prática de atividade física na cidade de São Paulo mostrou que as queixas de hipersonolência entre os entrevistados que praticam esporte regularmente era de apenas 28,9%, enquanto entre os não praticantes era de 71,1%.

Praticando um esporte 3 vezes por semana ou com 20 a 30 minutos de caminhada, jogging, natação, bicicleta por dia, você consegue melhorar a qualidade do seu sono.

🕙 O melhor horário para se exercitar é pela manhã. Já no período da noite, os exercícios não são tão indicados porque, ao invés de ajudar, podem acabar atrapalhando o sono.

Mas, como a Euro sabe que nem sempre sobra tempo na nossa rotina, desenvolvemos o #EuroFit, um colchonete para exercícios físicos bem prático para você usar em qualquer lugar.

Foto do eurofit, o colchonete para exercícios físicos da euro colchões

O Euro Fit é super resistente e muito confortável para que você tenha exercícios perfeitos.

Durma bem com a Euro Colchões

Esperamos ter te ajudado com esse post! 🤩

A nossa preocupação não é só te entregar produtos de qualidade, mas também cuidar do bem estar da sua família. 

No nosso Blog você encontra outros posts com curiosidades do sono e dicas incríveis para dormir melhor. Você pode ler sobre:

Você também encontra muito mais no nosso Instagram (@eurocolchões), segue a gente lá e fique por dentro de tudo sobre o sono e sobre a Euro!

Verão: 8 dicas para deixar o quarto mais fresco

Na época mais quente do ano, o verão, dormir bem é um desafio.

No calor, o corpo fica propenso à desidratação. As altas temperaturas também produzem irritação, desânimo e ainda podem gerar queda da pressão arterial e mal-estar.

Nessa estação o dia ainda fica mais longo por conta do solstício de verão e, se ficamos expostos à luz do sol por mais tempo, o corpo não produz a melatonina – hormônio do sono – de maneira adequada.  

Com isso, pegar no sono se torna muito mais difícil no verão. 😞

Reunimos nesse post 8 dicas para deixar o seu quarto um ambiente mais fresco e agradável para uma boa noite de sono. 😴

Vamos lá!?


1 – Deixe o quarto livre no verão:

☝ Regra n°1 da estação mais quente do ano: deixe o ar circular! 🍃

Rever a decoração do espaço de uma maneira que favoreça essa circulação pode ser mais fácil do que você imagina.

quarto fresco com poucos móveis

No inverno, tapetes quentinhos e mantas podem ser muito aconchegantes, mas no verão o ideal é que você retire do quarto todos os objetos que acumulem calor.

Portanto, guarde o tapete, opte por lençóis e fronhas mais leves e deixe o espaço o mais livre possível. 

⚠ Móveis que ficam expostos à luz do sol também devem ser mudados de lugar!

Além de contribuir para deixar o ambiente mais fresco, isso ainda vai prolongar a vida útil da peça.

O verão é um ótimo momento para rever também a decoração do quarto, por isso:

Aqui vai a regra n°2 da estação: as cores fazem toda diferença no ambiente. 

Tons mais neutros podem ser uma ótima opção para deixar o quarto mais agradável no verão.

Além de transmitirem uma sensação de frescor e leveza, eles realmente absorvem menos calor do que tons mais escuros. 


2 – Utilize cortinas:

Como já falamos, a regra n°1 do verão é deixar o ar circular e um jeito muito simples de fazer isso é manter as portas e as janelas abertas sempre que possível. 

Duas saídas contrárias de ar formam uma corrente de vento dentro de casa.

Mas, como o ambiente externo está muito quente, a tendência é que essa quentura entre para o quarto, por isso, a nossa segunda dica é que você utilize cortinas nos períodos de pico do sol. 

Cortinas persianas para o verão

Boas opções de cortina para o verão são as persianas solares ou até mesmo as cortinas blackout que impedem que os raios solares penetrem no cômodo.

Na ausência delas, cortinas leves e de cores claras também podem ajudar bastante já que, como falamos, os tecidos mais escuros, ao invés de refrescar, absorvem o calor com muita facilidade.

O ideal é que você mantenha as cortinas fechadas até o sol ir embora. De noite, quando a brisa é mais fresca, é interessante abri-las para que o ar circule e resfrie o ambiente. 


3 – Telas são sempre bem-vindas:

Ao deixar as janelas abertas de noite, nos deparamos com outro problema: insetos! 

🖐 Pausa super importante: Combata os mosquitos! 🦟

No verão, a proliferação, principalmente do Aedes Aegypti, se intensifica muito e é fundamental estar atento!

👉 Saiba mais sobre o assunto no site do Ministério da Saúde.

Por conta dos insetos, muitas pessoas evitam deixar as janelas abertas quando a noite chega. Para isso, as telas são ótimas soluções. 

Simples e fáceis de instalar, elas são ótimas saídas para você aproveitar o vento fresco da noite sem medo dos insetos.

Outra dica exclusiva Euro é a nossa capa protetora de colchão Antizika. 😱

Ela é feita com um material 100% natural que repele mosquitos e percevejos, reduzindo o risco de malária, febre amarela, dengue e zika, e proporcionando uma noite muito mais segura e tranquila.

 


4 – Saiba aproveitar os ventiladores:

O ar condicionado é sempre uma ótima opção, mas na sua ausência um ventilador de teto e um portátil podem funcionar muito bem juntos. 

Na física aprendemos que o ar quente tende a se concentrar em cima e o ar frio embaixo. Logo, sabendo usar os ventiladores, é possível conseguir um ambiente bem mais agradável!

No verão, quando o calor é extremo, você pode ligar o ventilador de teto na função exaustor. Isso fará com que o ar quente fique concentrado na parte de cima, ao invés de ficar circulando pelo quarto.

Enquanto isso, o portátil faz com que o ar frio de baixo também circule pelo cômodo. Assim, você irá criar um ambiente mais fresco para dormir melhor. 


5 – Utilize lâmpadas frias:

Outra ótima solução para diminuir o calor dentro de casa são as lâmpadas frias, principalmente as de LED.

Quadro comparativo de consumo lâmpadas

As lâmpadas de LED duram mais e não esquentam como as outras. Isso porque, para produzirem luz, geram muito menos calor.

Elas também são mais sustentáveis do que as convencionais porque não consomem tanta energia e ainda reduzem a produção de lixo tóxico e a emissão de gases que causam o efeito estufa.

É uma ótima forma de evitar a sensação constante de calor, economizar na conta de luz e ainda ajudar o meio ambiente. 


6 – No verão aparelhos eletrônicos podem ser ainda mais prejudiciais:

Aparelhos eletrônicos esquentam no verão

Como falamos no início do post, o verão já inibe a produção do hormônio do sono em razão dos dias mais longos. 

A luz das telas contribui para que essa produção seja ainda mais difícil porque, enquanto tem luz, o corpo trabalha.

Além desses efeitos já conhecidos dos aparelhos eletrônicos, eles tendem a esquentar e deixar o ambiente mais desagradável.

Deixá-los ligados durante o dia no quarto aumenta a temperatura interna do cômodo, deixando-o mais quente. 

👉 Aparelhos eletrônicos liberam calor até quando estão desligados, por isso, tire-os da tomada sempre que possível. Além de diminuir a sensação de calor, você ainda economiza energia! 😉


7 – Cultive plantas:

Plantas no quarto para refrescar

Outra solução que promete deixar o seu cômodo mais bonito e agradável: plantas! 🌿

Além de deixarem o quarto com um cheirinho bom, as plantas transpiram água pelas folhas e assim ajudam na refrigeração de ambientes muito quentes ou com pouca circulação de ar.

Mas fique atento às características de cada uma: a quantidade de luz e água que cada espécie precisa.

Nesse caso, as mais indicadas são as que vivem bem na sombra ou meia-sombra. 

Boas escolhas são jasmins, babosas, gérberas e lavandas porque, além de ótimas decoradoras, elas têm propriedades relaxantes que te ajudam a dormir melhor. 

Para um resultado de refrescância ainda melhor, opte por plantas com folhagens maiores.

Elas conseguem umedecer mais o ambiente do que as plantas pequenas, já que as folhas por onde transpiram são maiores.


8 – Roupas de cama no verão:

Roupas de cama clara

Por último, mas não menos importante, opte sempre pelo algodão!

O cetim e a seda, por exemplo, podem parecer mais frescos pela sensação geladinha que esses tecidos têm, mas, na verdade, eles só esfriam quando está frio e esquentam quando está quente. 😒

Tecidos sintéticos (que não são feitos de fibras naturais) absorvem mais calor do que outros, já o algodão, por ser uma fibra natural, favorece a circulação do ar.

Lembram da nossa regra n°2? As cores fazem toda a diferença no ambiente. 

Quanto mais claro o objeto, menos calor absorve, por isso, invista em em roupas em tons mais claros.


#DicaEuro para o Verão 🍹

Depois de todas essas dicas, vai ficar bem mais fácil curtir essa estação tão alegre e gostosa.

Com um quarto fresquinho e uma noite bem dormida, você terá muito mais energia para curtir o dia! 🤸‍♀️

A #Euro se preocupa muito com o seu bem estar e, pensando nisso, aqui vai a super dica desse post: os travesseiros com a “sensação de frescor” da Euro Colchões.

Além de muito confortáveis, eles têm um toque super suave que te proporciona um conforto extra para noites ainda melhores!


Esperamos ter ajudado você!

Já visitou o nosso Instagram e Facebook? Lá você encontra muitas outras dicas e informações sobre o sono.

Clique nos ícones abaixo e descubra! 😉

Melatonina: Por que uma rotina de sono saudável é importante

A melatonina é um hormônio produzido pelo organismo e é responsável, dentre muitas outras coisas, pela indução ao sono.

Diferente do que se pensa, a melatonina não é produzida somente à noite. 

Durante o dia ela se concentra no trato digestivo, também chamado de canal alimentar, em pequena quantidade.

Durante a noite ela passa a ser produzida pelo nosso cérebro, na glândula pineal, e assume a conhecida função de reguladora do sono. 🧠

👉 A falta de uma rotina saudável desequilibra o funcionamento deste hormônio tão importante.

A melatonina pode ajudar no tratamento de diversas doenças que vão desde enxaquecas ao Mal de Parkinson. Pode ainda prevenir e até ajudar no tratamento do câncer. 

E como tudo relacionado ao sono e seus benefícios é importante pra #Euro, no post de hoje vamos falar sobre esse hormônio tão importante para a sua saúde. 

(Ah! E trouxemos muitas dicas!) 👀 

🔎 Leia mais a seguir!

O funcionamento:

Antes de falarmos sobre a importância desse hormônio, vamos entender como ele funciona no organismo? 

A melatonina trabalha em harmonia com um outro hormônio chamado cortisol e, durante o dia, eles revezam seus índices. 

De forma geral, o cortisol é o hormônio responsável por manter o nosso corpo desperto, enquanto a melatonina é responsável pela sonolência. 

Sabe aquela sensação de olho pesado à noite? Pois bem, isso indica que a taxa de melatonina está alta e que é hora de o corpo descansar. 😴

Conforme descansamos, o índice de melatonina diminui e quem começa a crescer no organismo é o cortisol, que faz o nosso corpo despertar e nos mantém acordados durante o dia. ☀️

grafico-melatonina-cortisol-organismo
Uma pesquisa de junho de 2019 da Universidade de Akita, no Japão, constatou que estudantes que jogam videogame à noite produziam níveis menores de melatonina.

Também chamada de “Hormônio do Sono”, a melatonina começa a aumentar no corpo por volta das 20 horas, quando, tecnicamente, não haveria mais luz do dia.

Mas alguns hábitos noturnos trazem transtornos à produção desse hormônio.

Luzes de celulares, televisão ligada, luzes fluorescentes, dormir ouvindo música e o próprio estresse fazem com que o nosso corpo não entenda que está de noite.

E se ainda é “dia”, o corpo não produz melatonina adequadamente.

Mas por que a melatonina é tão importante?

O sono é um momento de vigília, é quando o corpo se recupera não só do cansaço diário mas dos males que eventualmente aparecem no organismo.

Não gastamos tantas horas do nosso dia dormindo por acaso. O sono é o momento de:

  • Regular células possivelmente cancerígenas
  • Combater doenças autoimunes
  • Combater inflamações
  • Auxiliar a memória
  • Fixar as informações captadas durante o dia
  • Eliminar o estresse
  • Repor hormônios

É como se um exército de reconstrução atuasse no nosso corpo enquanto dormimos, recuperando os desgastes que sofremos quando estamos acordados.

💤 Durante o sono, a melatonina regula uma série de mecanismos para o corpo relaxar. 

Diminui-se a pressão arterial, os batimentos cardíacos ficam mais lentos, diminui-se até a temperatura corporal.

A Melatonina e o Câncer:

melatonina-tratamento-cancer
Pacientes com câncer em estágio inicial ou que já estejam em tratamento costumam ter baixos níveis de melatonina.

Por dia, nós produzimos uma média de 3.000 a 6.000 células potencialmente cancerígenas, e é durante o sono que o corpo pode identificar alguma célula tumoral e intervir nela.

👉 A melatonina pode também auxiliar no tratamento da doença. 

Pacientes que dormem melhor ou que utilizam medicamentos com o hormônio (sempre orientados por médicos) têm menos metástase, ou seja, o câncer avança menos.

Dicas para dormir melhor: 

Muita gente acredita que só precisamos dormir quando o sono vem, mas isso é um grande engano.

☝ O sono, na verdade, é uma questão de preparação e o primeiro passo é uma rotina regular. 

Vimos nesse post que o pico da melatonina ocorre por volta das 20h, mas quem hoje em dia consegue dormir nesse horário? 

O fato é que: por termos dias tão ocupados acabamos invadindo o nosso período de descanso com atividades que inibem o sono. 

Como falamos, enquanto tem luz, o corpo trabalha.

O importante nesse momento é que o corpo relaxe, e para isso separamos algumas dicas:

Deixe as preocupações para outra hora:

dicas-como-dormir-bem
⅓ da humanidade tem tendência à insônia e, dessas pessoas, 42,3% são do sexo feminino.

Nesse momento é importante livrar-se de todas as responsabilidades.

Por mais preocupante que possa ser a situação, não é o momento de resolvê-la. 

Ficar pensando no problema na hora de dormir é vão e só te atrapalha a descansar.

💡 #dicaEuro: Antes de deitar, tente fazer uma lista com os seus afazeres e planos pro dia seguinte. 

Separando o momento certo para cada coisa, o seu inconsciente poderá relaxar.

Não deite sem comer ou depois de comer em excesso:

alimentacao-para-dormir
Segundo especialistas, comer logo antes de dormir faz com que o organismo permaneça em “estado de alerta”, estimulando a adrenalina e os hormônios do estresse.

É importante não dormir sem antes ter comido porque qualquer incômodo no organismo impede que o corpo chegue ao sono profundo.

Mas comer muito antes de se deitar também é ruim porque faz com que o sistema digestivo trabalhe demais.

Você pode até se sentir sonolento, mas sentirá também uma sensação de peso e desconforto que atrapalham o sono.

Além disso, comer demais antes de dormir aumenta a chance de refluxos.

Relaxe os músculos: 

relaxar-ajuda-produzir-melatonina
Conforme a idade chega, é natural que o corpo produza menos melatonina, também chamada de hormônio da juventude, por isso uma rotina é fundamental para ajudar o corpo a descansar.

💡 #dicaEuro: Faça alguns alongamentos 10 minutinhos antes de dormir, isso ajuda o seu corpo a relaxar e a dormir melhor.

A sensação de desconforto e as dores geradas pela tensão muscular dificultam o sono. 

Massagens são ótimas para relaxar os músculos. Chás, leite morno e um banho quentinho também são muito bem-vindos.

💡 Outras dicas? Dá uma olhada no nosso post Como dormir rápido: 5 dicas para melhorar seu sono!

O que sempre reforçamos é que além de uma rotina que facilite o descanso, o conforto é fundamental. E isso a #Euro garante! 💪

Os nossos colchões além de combinarem qualidade e tecnologia, são testados pelo mais rigoroso teste de qualidade, o dia seguinte. 🛌 

QUERO CONHECER A EURO

Preciso de suplemento de Melatonina?

medicamentos-melatonina-para-dormir-bem
A melatonina quando ingerida em excesso pode causar efeitos colaterais como sonhos lúcidos e sensação de embriaguez ao acordar.

Até pouco tempo atrás, o comércio de Melatonina era proibido. Agora que foi liberado, muita gente acha que precisa tomar simplesmente porque é bom.

⚠ Não! O medicamento só é bom quando existe a necessidade de usar. 

Do contrário, o uso indiscriminado em doses elevadas ou de ativos com qualidade ruim pode trazer complicações para o corpo. 

Quando o organismo percebe que a taxa de melatonina está muito alta, ele deixa de produzir o hormônio naturalmente.

⚠ Por isso, é indispensável o acompanhamento médico antes de tomar a melatonina suplementar. 

Mas como já dissemos aqui, simples mudanças na rotina podem ajudar a melhorar a qualidade do seu sono sem que seja preciso fazer uso de medicamentos.

No nosso post Como dormir bem: 2 DIY para ter uma ótima noite de sono você confere duas dicas simples de “faça você mesmo” que vão te ajudar a dormir melhor.

 A #EuroColchões se preocupa muito com o seu bem estar e por isso se esforça em levar produtos de qualidade para a sua casa.

Já visitou alguma loja #Euro? Saiba onde tem uma pertinho de você e sinta o conforto das nossas linhas.

ONDE TEM LOJA EURO

Esperamos ter te ajudado com esse post! Alguma dúvida ou sugestão? Escreva nos comentários pra gente!

Descanso ideal: Qual a quantidade de sono necessária para cada idade

O descanso é uma das coisas mais importantes do dia porque o nosso desempenho físico e mental está diretamente ligado a ele. 

Quando não dormimos bem, o corpo deixa de cumprir tarefas importantíssimas. Isso acontece porque, além de recuperar a energia para o dia seguinte, o sono também fortalece o nosso sistema imunológico, ajudando a nos manter saudáveis.

Por isso, dormir bem é uma das principais recomendações para quem quer ter uma vida saudável.

👉 Uma noite mal dormida tem efeito semelhante a uma leve embriaguez, já que prejudica a coordenação motora e a capacidade de raciocínio. 😱

A #Euro preparou esse post porque sabe o quanto é importante, além de um colchão confortável, ter um tempo adequado para o descanso. 

Você sabia que para cada faixa etária existe uma quantidade adequada de sono? 

 

Quanto mais idade, menos sono

Não existe uma fórmula perfeita que defina exatamente a quantidade de horas que devemos dormir por dia porque cada organismo é um organismo.

Definir uma duração padrão seria como garantir que todas as pessoas necessitam da mesma quantidade de comida por dia. 

Cada indivíduo tem o seu tempo necessário de descanso. É importante analisar os seus hábitos e, a partir disso, estipular uma rotina de sono.

Mas uma coisa é fato: quanto mais envelhecemos, mais leve se torna o nosso sono. 💤

As causas disso são a mudança de temperatura do corpo e a mudanças na produção e secreção de hormônios como a cortisona e a melatonina, relacionadas ao sono.

 

A quantidade de sono necessária para um bom descanso muda com a idade

O descanso dos bebês 

descanso-ideal-bebes
Na infância, cerca de 90% do hormônio do crescimento é liberado durante o sono.

Uma das coisas que tira o sono das mamães e papais é o sono desregulado dos bebês. 

Muitos mitos cercam o sono dos recém-nascidos. Um deles é que, se um bebê dorme muito durante o dia, não dormirá bem de noite.

Isso não acontece porque nos seis primeiros meses de vida eles dormem até 18 horas por dia distribuídas igualmente entre o dia e a noite. 

Os bebês têm o sono dividido em duas fases: o sono profundo e o sono ligeiro.

Em 24 horas, eles dormem em média 8 horas no sono REM, que é o sono ligeiro.

Com o passar dos meses, o descanso do bebê já começa a diminuir e a se concentrar no período noturno.

Assim, os papais já podem começar a deixar de trocar o dia pela noite. 🤭🤫

 

Crianças

descanso-menina-dormindo
Durante o sono, o corpo libera substâncias que ajudam o organismo a se defender de vírus e bactérias.

Aos 10 anos, uma criança precisa dormir de 9h a 10h durante a noite e não precisa mais do sono da tarde.

Em fase escolar, a atenção com o sono da criança deve ser redobrada, porque é no período de descanso que o cérebro fixa as informações importantes. 📖

Além disso, uma rotina irregular pode gerar problemas como déficit de atenção, que prejudica o aprendizado da criança. 

⚠ Luzes de aparelhos eletrônicos podem ser extremamente prejudiciais ao descanso. 📱📺

O corpo só libera a melatonina — o hormônio de indução ao sono que atua no organismo de formas variadas — quando o ambiente está completamente escuro. 

Esse hormônio atinge o seu máximo quando estamos dormindo, por isso também a importância de dormir cedo.

 

 Adolescentes

descanso-ideal-adolescencia
Uma boa noite de sono evita que o corpo acumule grandes quantidade de cortisona, o hormônio liberado em situações de estresse.

A adolescência sempre foi uma fase muito ligada ao excesso de sono. E, de fato, esses jovens têm tendência a uma grande sonolência diurna.

Um pré-adolescente dorme cerca de 9 horas e meia. 60% desse tempo é em sono profundo e contínuo.

Dormir pouco nessa fase pode ocasionar problemas na função cognitiva, na atenção e alterações no humor. ⏰

👉 A Revista Galileu publicou uma reportagem recentemente sobre como a falta de sono contribui para os lapsos de memória.

Nessa fase os ritmos biológicos mudam, principalmente em decorrência da puberdade. 

Essas mudanças fazem com que os adolescentes sintam sono mais tarde e, com isso, também acordem mais tarde.

 

Adultos

descanso-fase-adulta
Na fase adulta, o hormônio do crescimento continua sendo liberado durante o sono e atua evitando a flacidez muscular.

A maturidade do sono chega aos 19 anos de idade.

Na fase adulta, uma média de 7 a 8 horas de sono costuma ser suficiente, mas com a rotina de trabalho exaustiva sabemos que é quase impossível manter isso. 

Para compensar a quantidade, a qualidade pode ser uma boa saída para ajudar seu organismo. 🛏

Além de um ambiente com luz, som e cheiro adequados, um bom colchão também faz toda diferença.

É por isso que a #Euro produz colchões que garantem o máximo de conforto para uma boa noite de sono. 🌟

 

QUERO CONHECER A EURO!

 

Idosos

descanso-idosos
Enquanto dormimos o corpo se livra de moléculas que podem causar o envelhecimento precoce e até mesmo tumores.

Para os idosos, 6 horas de descanso por dia costumam ser suficientes. 🕕

Conforme a idade avança, o sono fica cada vez mais fragmentado.

O envelhecimento torna o sono mais leve, por isso as pessoas mais velhas costumam despertar ao ouvir qualquer ruído mais alto. 🔕

Os idosos têm uma quantidade de sono profundo muito reduzida em relação aos adultos. O sono deles se concentra em grande parte na fase próxima à consciência.

Por despertarem facilmente e terem dificuldade para adormecer novamente, o sono nessa faixa etária acaba sendo compensado por cochilos durante o dia.

 

Você tem tido um bom descanso?

É muito importante prestar atenção na rotina e nos reflexos que o nosso corpo eventualmente apresenta por conta da falta de descanso.

Rotinas exaustivas e pouco sono podem parecer que dão certo, mas a longo prazo trazem grandes prejuízos à saúde. 

👉 Se você não tem tido boas noites de sono, no Blog da Euro você encontra dicas sobre como dormir bem.

Como já dissemos aqui, outro fator que influencia muito o nosso sono é o nosso colchão.

Você se lembra qual foi a última vez que trocou o seu? Quer saber se já está na hora? Leia também o nosso post Dormir mal: 5 sinais que indicam a hora de trocar o colchão.

Quer conforto de verdade pra uma noite tranquila? Vem conhecer os colchões da Euro! 🛏

Os nossos produtos são testados pelo mais rigoroso teste de qualidade: o dia seguinte! 

 

QUERO CONHECER A EURO!

 

E aí, o que achou dessas dicas? Tem alguma dúvida ou sugestão? Escreva nos comentários pra gente!

Cuidados com o colchão: 5 dicas para cuidar melhor do seu!

A primavera é um momento de renovação.

Afinal, depois de alguns meses de frio, em que ficamos mais recolhidos e fechados, a chegada desta estação, com suas temperaturas mais quentes, traz consigo uma nova energia para estimular nossos corpos e cotidiano 🌷🌼🌸

Não é à toa que muita gente aproveita essa época do ano para fazer uma boa limpeza em casa: doar o que não usa mais, arejar os armários, perfumar os quartos… 

Você também é assim?

Pensando nisso, esse mês estamos compartilhando dicas sobre o assunto no nosso Instagram, usando a tag #FaxinaDaPrimavera.

Posts no Instagram Euro Colchões
Aliás, se você também tiver alguma dica boa que mereça ser compartilhada, conta lá pra gente! — quem sabe ela não rende um post também? 😉

E, para acompanhar esse movimento, resolvemos escrever um artigo ensinando como cuidar corretamente de um dos seus bens mais preciosos: seu colchão!

Levantamos as dúvidas mais comuns dos nossos clientes sobre seu cuidado e montamos um miniguia respondendo todas elas. 

Afinal, se passamos ⅓ de nossas vidas dormindo em cima dele, é bom tratá-lo com muito carinho, não é?! 🙂

Sabemos que esse é um trabalho que pode dar uma certa preguiça: não só é um objeto pesado, como também costuma ficar embrulhado por lençóis, mantas, edredons… — isso quando não está por debaixo das várias coisas que jogamos em cima dele.

Mas anota aí: a manutenção do seu colchão pode até ser mais espaçada do que a de outros itens da nossa casa, mas isso não significa que não precise ser feita, tá?!

Esperamos que este guia te ajude e boa leitura! 🙂

Eu preciso colocar meu colchão no Sol?

1. Eu preciso colocar meu colchão no Sol?

Vamos começar com a pergunta mais comum quando o assunto é cuidado com o colchão: é preciso colocá-lo no Sol?

Muita gente acredita que a exposição direta ao Sol ajuda a eliminar ácaros e bactérias que se alojam no seu colchão.

Mas isso pode acabar causando justamente o efeito contrário, criando um ambiente favorável para a proliferação destes microorganismos!

Além disso, também pode gerar uma série de estragos no seu colchão, como por exemplo:

  • Amarelamento;
  • Superaquecimento, a ponto de fragilizar sua montagem;
  • Danos e rasgos acidentais durante o seu transporte.

Então, como fazer para acabar com os ácaros que vivem no colchão?

A melhor solução é recorrer a modelos que possuam nossa exclusiva tecnologia EuroProbiotic, que é um processo 100% natural, que insere probióticos direto no tecido do colchão, criando um ambiente totalmente inóspito para ácaros e bactérias, protegendo você e sua família desse mal indesejado.

 

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE EUROPROBIOTIC!

 

Mas, enquanto o seu colchão novo não chega, você pode seguir nossa próxima dica:

Deixe o colchão respirar sempre que possível

2. Deixe o colchão respirar sempre que possível

Ao invés de colocar o seu colchão no Sol, sempre que possível, deixe-o “respirar”.

A cada duas semanas, tire toda sua roupa de cama e deixe-o sem nada por pelo menos algumas horas. 

Aproveite para abrir as janelas e portas do cômodo, permitindo a entrada de luz natural e ventilação no ambiente. 

Cama bicama Euro Colchão
Se você tiver um modelo bicama, não se esqueça de abrir a cama inferior também!

Realizar esse passo de tempos em tempos ajuda no combate a microorganismos que podem fazer mal — afinal, é a luz natural indireta e a ventilação que impedem sua proliferação (e não a luz solar direta e o calor!).

Eu preciso virar meu colchão?

3. Eu preciso virar meu colchão?

Depois de respondermos à primeira pergunta mais comum quando o assunto é cuidados com o colchão, vamos para a segunda mais perguntada:

Todo mundo já ouviu aquela história de que temos que virar o colchão duas vezes por ano, não é?! 

Mas, afinal, precisamos realmente fazer isso?

Bom… Sim! Mas não do jeito que sempre imaginamos! 🙂

Por muito tempo, entendeu-se que o correto era virar o colchão, mas, atualmente, o recomendável é GIRÁ-LO em seu eixo horizontal.

Como girar o colchão do jeito certo

Ao fazer isso, você garante o rodízio do lado mais afundado do colchão, aumentando a sua durabilidade!

Vale lembrar que, para realizar esse giro, é importante seguir as instruções orientadas no manual do seu colchão. 

4. Use um protetor de colchão!

Como o nome já sugere, um protetor de colchão vai proteger seu produto para que ele dure por muito tempo em ótimas condições!

Conheça algumas das vantagens de ter um desses: 

  • Evita que líquidos penetrem no colchão;
  • Evita manchas e odores;
  • Proporciona sono saudável e higiênico;

CONHEÇA NOSSOS PROTETORES DE COLCHÃO!

 

Além disso, sua manutenção é bastante prática, já que ele é feito de um material permeável ao ar, impermeável a água e lavável — ou seja, é só jogar na máquina de lavar para ficar limpo!

De quanto em quanto tempo preciso lavar a capa protetora?

O ideal é que a sua higienização seja feita a cada 15 dias. 

Por isso, é bom ter dois protetores de colchão.

Assim, enquanto um estiver lavando, você usa o outro, sem comprometer a limpeza do seu colchão 🙂 

Aspirador de pó

5. Aspire seu colchão

Aproveite o dia escolhido para deixar o seu colchão respirando e aspire-o também! 

Esse é um cuidado extra, mas importante, já que vai ajudar a remover a poeira que pode ter se acumulado no seu colchão e também aspirar parte dos ácaros que possam estar em sua superfície.

A dica mais importante de cuidado com colchão

Depois dessas dicas, vai ser mais fácil cuidar melhor do seu colchão, não é?!

Mas aqui vai a mais importante: não adianta cuidar muito bem dele se ele não for de qualidade. 

Por isso, é invista em uma marca que seja de confiança. 

Conheça a Euro Colchões!

A maior prova que temos da qualidade de nossos colchões é a garantia que oferecemos a nossos clientes. 

Graças à nossa produção própria e a escolha por utilizar as melhores matérias-primas existentes no mercado, conseguimos oferecer colchões com até 10 anos de garantia no molejo. 

Com os nossos colchões, você tem a certeza de que está investindo na melhor opção do mercado, aprovada pelo mais  rigoroso teste de qualidade: o dia seguinte! 🙂

Esperamos ter respondido às suas principais dúvidas sobre cuidado com o colchão nesse post. 

 Mas, se ainda restou alguma, sinta-se a vontade para perguntar na caixa de comentários abaixo.

Um abraço e até a próxima!

Inverno: 3 dicas para deixar sua cama mais quentinha no frio!

Mesmo se você for do time dos que amam o frio, é preciso admitir: ir para a cama no inverno é uma tarefa bastante difícil. 

Primeiro precisamos tirar a roupa quentinha que estamos vestindo para colocar o nosso pijama. 

Depois, temos que “entrar” na cama, que geralmente está (bem) mais fria do que o lado de fora — sabe aquela sensação de estar com o corpo quentinho e deitar em uma cama que ainda está gelada? Não é das mais agradáveis, não é?!

Mas, depois que vencemos essas etapas, a cama vira um dos lugares mais gostosos para ficarmos quando está friozinho.

Afinal, quem não adora a ideia de ficar embaixo da coberta, assistindo a uma série e tomando uma bebida quente?

Dicas para dormir melhor no frio

Isso nos leva à conclusão de que tudo o que precisamos fazer é descobrir maneiras de esquentar a cama antes de entrarmos nela, para ela estar quentinha e gostosa quando for nos receber. 

E nós descobrimos! 🙂

A melhor parte é que é muito fácil esquentar a sua cama sem precisar recorrer a truques mirabolantes ou aparelhos eletrônicos. 

Nesse artigo, vamos compartilhar 3 dicas que vão ajudar a deixar sua cama mais quentinha (e aconchegante!) nesse inverno. 

São todas bem simples de serem aplicadas, e certamente vão deixar suas noites muito mais gostosas! 

Esperamos que ajude, e boa leitura!  

Dormir no frio: 3 dicas para deixar sua cama mais quentinha no inverno

1. Coloque uma bolsa de água quente na cama

Quando você estiver começando a se preparar para dormir, aproveite o momento para ir esquentando sua cama. 

E como fazer isso?

Com uma bolsa de água quente!

Olha só:

  1. Esquente um pouco de água;
  2. Despeje em uma bolsa térmica;
  3. Coloque-a na sua cama, embaixo do cobertor, por alguns minutos. 

O calor da água vai ajudar a deixar a cama mais quentinha.

Aí, quando você for se deitar, ela já estará supergostosa, só esperando por você! 🙂

E você também pode aproveitar a bolsa térmica ainda quentinha para ficar abraçada nela por mais alguns minutinhos assim que se deitar. 

2. Coloque um cobertor entre o colchão e o lençol de elástico

Tem noites que são tão frias que só nos resta nos protegermos com camadas e mais camadas de cobertor, mantas, edredons e afins.

Só que nem sempre isso é muito confortável, não é?!

Mas já pensou em, ao invés de se cobrir com um cobertor, se deitar por cima dele?

Experimente colocar um cobertor de lã entre o seu colchão e o lençol de elástico.

A lã é um material de baixa condutividade térmica. Ou seja, ela troca pouco calor com o ambiente e outros materiais. 

Consequentemente, quando você se deitar com o seu corpo quente por cima dela, ela vai evitar que você passe o seu calor para o colchão ou para a base da sua cama, diminuindo aquela sensação de choque térmico quando nos deitamos.

Inclusive, essa é uma maneira de potencializar a ideia da bolsa de água quente do tópico anterior.

Use essas duas dicas combinadas e sua cama vai ficar muito mais aconchegante!

Mas, atenção, para essa ideia dar certo, é preciso continuar cobrindo o seu corpo com alguma coberta (só não precisam ser tantas como antes). 

3. Escolha um colchão com malha termossensível

O tecido que reveste um colchão é a cereja do bolo.

Afinal, ele é o contato direto que nós temos com o nosso colchão. 

Por isso, ele precisa ser gostoso no toque e contribuir para o seu bem-estar.

Todos os nossos colchões são confeccionados usando uma malha termossensível, que garante o seu conforto térmico e ajuda você a dormir melhor no frio (e no calor também!).

Experimente o prazer de ter um Euro na sua vida 🙂

Conheça os nossos colchões agora!

Agora ficou mais fácil dormir no frio!

Depois de usar essas dicas, entrar em uma cama gelada não vai ser mais uma questão na sua vida.

O problema só vai ser outro: conseguir sair sem dificuldades de uma cama quentinha no frio (para isso, ainda não conseguimos descobrir o segredo! rs).

Você também tem alguma dica ou truque que ajuda a deixar sua cama mais quentinha no inverno?

Compartilhe com a gente aqui nos comentários.

Quanto mais dicas conseguirmos levantar, melhor! 

Um abraço e até mais!

Como escolher um bom colchonete para academia?

Os hábitos dos brasileiros mudaram muito nos últimos anos. Além da alimentação, que se tornou mais consciente, houve um aumento na quantidade de pessoas preocupadas com a saúde do corpo. Tanto por questões estéticas como para eliminar aquele pneuzinho, tonificar a barriga, fortalecer a musculatura ou auxiliar na postura, as academias ganharam espaço.

Para atender a necessidade de um público tão variado, muitas academias resolveram investir pesado na tecnologia, de olho na satisfação do cliente. As academias passaram a investir em esteiras modernas e aparelhos de exercícios de última geração, recursos que auxiliam na busca de resultados e que são fundamentais para o bem-estar.

Os exercícios propostos por um profissional, por exemplo, são pensados para cada aluno e seguem suas limitações. Por isso, respeitar as orientações e ficar atento à maneira de executar o exercício é fundamental para não sofrer lesões.

Se durante o abdominal, por exemplo, não houver um apoio adequado para sua coluna cervical, você pode forçá-la e, consequentemente, ter dores. Dependendo do grau e da frequência, as lesões podem até ser mais sérias.

Por isso mesmo, é interessante que a academia que você frequenta ofereça condições que, além de funcionais, sejam confortáveis. A escolha do colchonete para academia é um dos itens que merecem atenção. Uma das funções do acessório é corrigir a postura do aluno, preenchendo os espaços e dividindo a pressão exercida durante o treino entre todas as várias partes do corpo.

O fato é que usar um material de baixa qualidade compromete muito mais que “apenas” suas costas. É possível relacionar isso a outros problemas de saúde, como dores no pescoço, nas pernas e nos braços. Por mais que o aluno procure um médico para reparar essas lesões, elas sempre retornarão caso não ocorra a troca dos colchonetes.

As inconveniências de não ter um bom colchonete para academia

Geralmente, as academias oferecem aos alunos um formato padrão de colchonete, que possui uma dimensão e espessura média. Porém, devemos ressaltar que, como o público que atualmente frequenta esses locais é variado, muitas vezes o colchonete não acomoda o aluno confortavelmente. Pessoas altas, por exemplo, necessitam de pelo menos dois colchonetes para abdominal. Já quem é mais pesado costuma colocar um colchonete em cima do outro para aumentar a espessura do apoio.

Para não sentir dores posturais por conta do exercício, além de respeitar as necessidades do corpo, também é importante seguir as orientações de um profissional durante a atividade.

Cada vez mais, os colchonetes para academia estão inseridos nas rotinas de treino. Para acelerar e até mesmo desenvolver exercícios com mais qualidade, os preparadores físicos optam por atividades onde o aluno utilize o próprio corpo.

O chamado exercício funcional, aquele feito sem recurso ou apoio de uma máquina, está fazendo sucesso nestes centros de treinamento. É uma forma de tornar a prática de atividade física mais interativa, fugindo daqueles exercícios rotineiros de “puxar ferro”. Os benefícios para quem faz este tipo de exercício, sem apoio, vão além do ganho de resistência muscular. Há melhorias na postura também. Entretanto, para que isso aconteça, o colchonete para academia deve ser de qualidade.

Para equipar uma academia ou até mesmo para ter em casa para a prática de alguns exercícios, é fundamental comprar um colchonete para abdominal resistente. Avalie o material para evitar frustrações.

No mercado, é possível encontrar alguns que são revestidos por materiais de baixa qualidade e que após alguns dias de uso já apresentam rachaduras ou descascam, o que só vai aumentar essa frustração. Invista em algo que tenha um bom acabamento. Observe a costura, a espessura do material e o conforto.

EuroFit: o colchonete para academia da Euro

Procure por aquele colchonete que ofereça uma placa de espuma mais espessa, assim você não terá problemas com o conforto e nem motivos para se preocupar com dores posturais no dia seguinte, como o EuroFit, novo produto da Euro Colchões. Esse colchonete apresenta maior resistência, acabamento de qualidade, que dificulta o rasgo, e muito mais conforto! Passe em uma loja Euro e garanta o seu. O conforto do EuroFit vai te garantir exercícios perfeitos!

Por que sentimos mais sono no frio?

É só a temperatura cair para surgir aquela famosa pergunta: por que sentimos mais sono no frio? Para muitos a resposta seria a famosa preguiça, afinal de contas sair da cama logo pela manhã não é uma tarefa tão simples. Mas, na verdade, esse tipo de comportamento pode estar relacionado ao Sol. Sim, nossa fonte natural de calor e luz!

A explicação para a sensação de que temos mais sono no frio é que durante o inverno acontece um fenômeno astrológico. Com a distância entre o Sol e a Terra, além dos movimentos naturais do nosso planeta, os dias ficam mais curtos e as noites mais longas. Isso não significa que temos mais horas do que as eventuais 24 por dia. Apenas a quantidade de horas na companhia da luz do sol sofre alteração.

Diferentemente do verão, quando o sol se põe em horários como 20h, no inverno a partir das 18h já está escuro em muitas regiões do país. É claro que tendo em vista a proporção do Brasil, essas referências podem variar de uma região para outra. Mas a ideia é a mesma.

Em dias mais frios, por instinto o ser humano muda o comportamento. Passa a ingerir comidas mais gordurosas e bebidas quentes. Além disso, evita a prática de atividades físicas, por exemplo. Passando mais tempo em casa, agasalhado ou com o aquecedor ligado, à sensação de conforto é maior. Mas estas não são as justificativas para esclarecer o mito de que no frio temos mais sono.

O comportamento do corpo humano

A quantidade de horas necessária para repouso varia de pessoa para pessoa. Recém-nascidos, por exemplo, costumam dormir em média 16 horas por dia. Para um adulto saudável, especialistas defendem a necessidade de 8 horas de descanso. Dependendo do dia e da rotina do indivíduo, é aceitável que em um domingo, por exemplo, a quantidade de horas na cama seja maior.

Neurologistas defendem o pensamento de que com a luz do dia se despedindo mais cedo durante o inverno, se comparado com o verão, por exemplo, o nosso organismo entenda que possui mais tempo para repousar. Falsa sensação provocada pelo simples fato de que anoitece mais cedo.

De acordo com especialistas em sono, a noite é o período ideal para que o nosso corpo consiga descansar. As 8 horas diárias auxiliam na produção de hormônios que nos ajudam a ter uma vida mais saudável e produtiva. O nosso organismo só consegue produzir a melatonina, o hormônio no sono, quando fechamos os olhos e inibimos a entrada de luz.

Sabendo que as noites são mais “longas” durante o inverno, não precisa ser um grande matemático para encontrar o X da questão. Com mais tempo para descansar, a produção de melatonina em nosso organismo automaticamente vai ser maior.

O hormônio é produzido pelo nosso corpo naturalmente. Entre várias funções, ele possui a missão de nos induzir ao sono. A melatonina está relacionada ao metabolismo. Quanto mais regulado o corpo estiver, melhor será a produção da substância.

Pessoas que têm dificuldade para dormir buscam o hormônio em fórmulas manipuladas. Por enquanto, a venda de melatonina em cápsulas não é autorizada no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa. Pacientes com receita médica conseguem acesso ao produto por meio das farmácias de manipulação ou através da importação.

Mas lembre-se: se durante o inverno, você aumenta a quantidade de horas de sono, automaticamente vai aumentar a quantidade de melatonina em seu corpo. Com uma grande concentração desse hormônio que induz ao sono, maior será a sua vontade de dormir. Por isso, a saída é manter a rotina e não se abater com as baixas temperaturas.

Já que, cientificamente falando, você tem tudo para dormir mais durante o inverno, que descanse sobre um colchão de conforto e qualidade, certo? Aqui na nossa loja de colchões da Euro, temos diversos produtos do mais alto nível para garantir um sono tranquilo para toda a sua família. Navegue pelo site e confira.

O que é bruxismo e como tratar

Você sabe o que é bruxismo? Essa é uma desordem funcional que, segundo a Organização Mundial da Saúde afeta cerca de 30% da população mundial e 40% da população brasileira. Com maioria dos casos em crianças, esse problema tem comumente origens em sentimentos de stress, ansiedade, tensão e fatores genéticos.

O que é bruxismo?

O bruxismo é o ato de ranger ou apertar os dentes. Existem dois tipos: o bruxismo em vigília e o bruxismo em sono. O primeiro caso pode ter dois fatores causadores: a musculatura da mandíbula apertando ou encostando os dentes por muito tempo; ou um efeito colateral de uma medicação. No entanto, é importante ter em mente que a segunda opção não é tão comum.

O segundo tipo de bruxismo, por sua vez, é o mais comum, e é uma desordem funcional relacionada ao sono.

Ele acontece quando, durante o processo de descanso, principalmente nos momentos mais leves, antes do adormecimento profundo, ocorre o movimento de ranger os dentes. O bruxismo durante o sono acontece de maneira intervalada, e, dessa forma, tem seus momentos de pico de maior fricção.

Como se trata o bruxismo?

Agora que você sabe o que é bruxismo, deve estar se perguntando como é feito o diagnóstico e, principalmente, como funciona o tratamento.

Essa desordem normalmente é diagnosticada pelos dentistas, pois a maioria das pessoas com esse problema não conseguem perceber seus atos. Por se tratar de uma perturbação normalmente noturna, um autodiagnóstico é extremamente difícil. Sintomas comumente associados ao distúrbio são: dores de cabeça, dores na mandíbula e dores de ouvido.

Para tratar de tal distúrbio, deve-se procurar um profissional especialista em distúrbios do sono, que trata também casos como ronco, apneia, insônia, pesadelos e o terror noturno.

Dentre estas questões, o bruxismo ganha destaque, pois é diretamente associado à ansiedade, tensão e stress, fatores estes que permeiam o século XXI, e, portanto, demonstram que a tendência para esse novo milênio é o aumento de casos de bruxismo não só entre crianças mas entre adolescentes e adultos.

Fatores que favorecem o bruxismo

Existem pesquisas que apontam a influência de fatores psicológicos no bruxismo. Por exemplo, segundo a revista Oral Rehabilitacion, as crianças de 13 a 15 anos vítimas de bullying têm até quatro vezes mais probabilidade se sofrerem com o bruxismo em comparação àquelas que não sofrem de ofensas verbais e/ou físicas.

Tal pesquisa mostra um padrão de comportamento comum entre pacientes com bruxismo. Seja o bullying na infância, sejam agressões na adolescência, seja assédio sexual ou moral na fase adulta, situações que desgastam emocionalmente as pessoas tendem a causar prejuízos físicos, a exemplo do bruxismo. Portanto, é interessante ficar de olho se um amigo, familiar ou pessoa próxima estiver sofrendo de bruxismo, pois pode ter relação com situações altamente estressantes ou degradantes em suas vidas.

Outros fatores que também despertam preocupações são: o consumo de álcool, drogas ilícitas, como a cocaína, e o cigarro.

Todos esses, de forma direta ou indireta, estão associados a uma piora nos sintomas do bruxismo. Portanto, são comportamentos que, associados a situações de stress rotineiras tendem a acentuar o bruxismo, que por sua vez tende a acentuar os sintomas já mencionados, provocando um efeito cascata, extremamente prejudicial à saúde.

Não há uma maneira única de tratar o bruxismo. Cada caso exigirá um tratamento diferente, que pode envolver aparelhos ortodônticos e terapia psicológica.

De forma individual, deve-se observar quais foram os principais fatores que levaram ao aparecimento do bruxismo. Em caso de stress por conta de excesso de trabalho, recomenda-se que haja um período maior de descanso; mas se o bruxismo tiver relação com fatores mais psicológicos, recomenda-se orientação de profissionais da psicologia.

Normalmente, o mais indicado é fazer uma abordagem múltipla, ou seja, uma abordagem que envolva tratamento odontológico, psicológico e farmacológico. Eles vão te ajudar a garantir uma boa noite de sono.

Sabe o que também ajuda você a ter uma boa noite de sono? Um Euro Colchões, claro! Não deixe de conferir os produtos em nosso site e adquirir o seu ainda hoje!

Precisamos conversar sobre o sono acumulado

Se você anda reclamando que falta tempo para tudo, até para dormir, pare o que está fazendo agora: precisamos conversar sobre sono acumulado. Encontrar alguém que não tenha uma rotina agitada hoje em dia é bem complicado. A impressão que dá é que são tantas as obrigações que um dia com 24 horas ficou curto!

Quem está na fase acadêmica, por exemplo, precisa acordar cedo para as aulas na faculdade, correr direto para o trabalho e, antes de voltar para a casa, encontrar um tempo para a atividade física. O sonhado fim de semana para repor as energias, perde espaço para os trabalhos acadêmicos, para os cursos de idiomas, para a reposição da leitura e outros compromissos, e toda essa preocupação provoca a falta de sono.

Independentemente da rotina, o fato é que viver em tempos atuais é encarar uma série de escolhas. Se você decidir dormir um pouco mais, vai ter que deixar de tomar o café da manhã antes do primeiro compromisso do dia. Ou se escolher ir à academia à noite, depois de um dia cheio, terá que dormir menos porque não pode adiar as obrigações do dia seguinte. Na grande maioria dos casos, o sono é o que mais sofre com esse esquema de compensação.

Por que você não deve negligenciar seu sono?

Muitas pessoas acabam adotando um estilo de vida no crédito, da mesma forma como funciona o cartão – gasto hoje, pago amanhã. O crédito no mercado funciona na base da confiança, ou seja, algum dia aquilo que você adquiriu será pago. É amplamente recomendado que, para evitar grandes transtornos, se faça o uso do cartão de crédito com moderação e sabedoria. Gastar mais do que se ganha no mês, por exemplo, é o início de uma bola de neve que pode se transformar numa avalanche que irá destruir a sua vida financeira.

Com o sono, a matemática é a mesma. Se você não compensar o seu corpo por uma noite mal dormida ou por aquelas horas a menos, o seu organismo vai começar a sentir os reflexos. Estresse, sonolência e vista embaçada são algumas das consequências de pessoas que dormem menos do que o necessário e não fazem a compensação. Além disso, a falta de sono pode trazer doenças, como obesidade, hipertensão e colesterol alto.

Diferentemente da fatura do cartão de crédito, que pode ser quitada no final do mês, o sono não aceita pagamento de uma só vez. Nosso organismo requer mais tempo para compreender que as horas a mais na cama são para suprir os dias que você passou em claro. A melhor forma de compensar o sono acumulado é com suaves e longas prestações.

Você certamente já deve ter ouvido de alguém a expressão “dormir até acordar”. Esta é a melhor forma de acertar as contas com o seu organismo.

Dê preferência para o fim de semana para quitar esse débito, afinal é um hábito que requer alguns cuidados. Não basta prolongar o tempo na cama, sendo que a qualidade do sono não foi suficiente para reparar o seu organismo. Por isso, escolha um sábado para desligar o despertador e dormir o tempo necessário, aquele que o seu corpo pede e precisa, sem preocupações com o horário em que irá despertar.

Detectar que está com sono acumulado é fácil. Observe sua rotina: quanto tempo você dedica para o repouso? Se for menos do que oito horas diárias, fique atento. Avalie o seu humor e disposição durante o dia. Dificuldade de concentração também é um indicativo.

Assim como o cartão de crédito, caso você opte pelo pagamento mínimo da parcela, a cobrança no mês seguinte será ainda maior. Com o sono acumulado, o raciocínio é o mesmo. Não deixe para amanhã o descanso que você pode ter hoje! Programe-se e tenha controle da situação, para que ela não se transforme em problemas mais sérios.

Ponha seu sono acumulado em dia

Torna-se muito mais fácil conseguir colocar o sono em dia ao repousar em um colchão confortável e pensado idealmente para o seu corpo, como são os colchões da Euro. Em nossa loja de colchões online, você pode conferir todos os nossos modelos e, nas lojas físicas, sentir a diferença de qualidade em comparação à concorrência.

Na hora de comprar um colchão ou trocar o antigo, não deixe de pensar na Euro Colchões. Quem se gosta tem um Euro.