O manual do sonâmbulo

O manual do sonâmbulo - Infográfico que comenta sobre os mitos e verdades do sonambulismo - Euro Colchões

Consulte a versão transcrita do infográfico

O manual do sonâmbulo

Você sabia que o sonambulismo é um tipo de parassonia? Caracterizado como um transtorno comportamental durante o sono, ele pode ocasionar:

  • Movimentos anormais
  • Emoções
  • Percepções
  • Sonhos agitados

Existem diversas causas para o sonambulismo, uma delas é estar em um ambiente desconhecido, que você nunca esteve antes. Os episódios são mais comuns em crianças e não é considerado uma doença, mas um distúrbio benigno. Os fenômenos físicos acontecem quando o sistema nervoso central é ativado durante o sono.

A fase do sono em que o sonambulismo ocorre

É mais provável que o sonambulismo aconteça na primeira metade da noite, durante a fase de ondas lentas, chamada também de “Não REM”, que representa cerca de 50% da noite de sono.

Curiosidades sobre o sonambulismo

  • Como os sonhos acontecem na fase REM, não existe a possibilidade de um sonâmbulo estar sonhando;
  • O sonâmbulo costuma praticar ações rotineiras como levantar da cama, ir ao banheiro, comer, andar etc;
  • É mais comum acontecer com crianças de 5 a 12 anos. Cerca de 15% a 30% das crianças já tiveram algum episódio de sonambulismo;
  • Cerca de 1% dos adultos pode ter sonambulismo;
  • Uma crise de sonambulismo pode durar de segundos até meia hora;
  • Se alguém da família possui o distúrbio, as chances de desenvolvê-lo são maiores. 80% dos sonâmbulos têm histórico familiar;
  • Ansiedade, estresse e privação do sono também podem ocasionar o sonambulismo.

É verdade que não se pode acordar um sonâmbulo?

Mito! Você pode acordá-lo, porém ele terá reações assustadas, que podem levar ao estresse. A melhor forma é auxiliá-lo a voltar para a cama enquanto está sonâmbulo.

Sonambulismo tem cura! Procure um especialista. O melhor colchão para a sua noite de sono ser livre de estresse e ansiedade você já sabe onde encontrar! Visite a loja de colchões online da Euro Colchões.

A importância de um colchão antiácaro para uma boa noite de sono

Infográfico Actipro antiácaro Euro Colchões

Confira o conteúdo do infográfico transcrito

Escolher um bom colchão antiácaro vai além da avaliação do tipo de mola ou da espuma presente no modelo. É muito importante adquirir um produto que vai te proteger dos ácaros durante o sono. Esses seres microscópios podem causar alergias, problemas respiratórios, coceiras, entre outros. Quando estão em grande número, é possível que você acorde durante a noite apresentando esses sintomas.

Para garantir uma boa noite de sono para todos os nossos clientes, realizamos uma parceria com a DesleeClama, marca responsável pelo revestimento dos colchões com o Actipro, um tratamento antiácaro que insere microfloras probióticas naturais no tecido, eliminando as excreções produzidas por esses alérgenos.

Estudos apontam que um colchão comum sem Actipro é capaz de apresentar mais de 2 milhões de ácaros. Eles buscam locais úmidos, escuros e de altas temperaturas, por isso colchões e travesseiros são alvos fáceis para a proliferação. Além de não serem vistos a olho nu, eles também se alimentam da pele humana que é expelida pelo corpo durante a noite.

Quando encontram condições propícias para a alimentação com essas escamas da pele, sem haver qualquer tipo de combate, eles se proliferam e podem viver, cada um, até 3 meses. De acordo com pesquisas sobre o sono, 30% da população brasileira possui algum tipo de alergia, e destes, 85% são provenientes dos ácaros e da poeira doméstica.

Como o Actipro elimina os ácaros

O colchão antiácaro Actipro trabalha o efeito dominação, eliminando todos os seus nutrientes como, por exemplo, as escamas e a pele que ficam acumuladas sobre o colchão. Sem alimento, não há reprodução para os ácaros. Para que isso aconteça, os probióticos Actipro são inseridos no tecido, multiplicando-se mais rápido que os ácaros, não deixando qualquer tipo de espaço para eles.

O Actipro elimina:

  • Ácaros;
  • Fungos;
  • Bactérias;
  • Maus odores;

Os colchões antiácaro Actipro estão disponíveis na Euro Colchões. Visite uma de nossas lojas e consulte nossos vendedores, ou adquira aqui em nossa loja de colchões online. Para identificar os modelos que possuem o tratamento, basta verificar na descrição de cada colchão. Boas compras!

Quantas horas dormir por dia de acordo com a sua idade

Você sabia que a qualidade do seu sono é importante desde o momento em que você nasce? Essa rotina pode mudar completamente o seu estilo de vida. Confira no infográfico abaixo a importância de ter uma ótima noite de sono todos os dias e porque você deve priorizar isso no seu dia a dia:

Ah, se você gostar do conteúdo e deseja compartilhar em seu site ou blog, use o código embed que disponibilizamos no fim do infográfico (semelhante ao do YouTube). Basta copiar o código da caixa embed e colar no seu editor de textos e imagens. Boa leitura!

Infográfico Euro Colchões - Quantas horas dormir de acordo com a sua idade

Leia o conteúdo do infográfico transcrito

Você sabia que a qualidade do seu sono é importante desde o momento em que você nasce? A infância é um período crucial da vida para criar uma rotina de sono saudável, pois é nesta fase que começa o desenvolvimento cognitivo. Se a criança não estiver bem disposta para o aprendizado do dia a dia, ela pulará esta etapa e pode não conseguir se adaptar às situações adversas em um estágio mais avançado da vida, como na fase adulta, ou até mesmo desenvolver déficit de atenção. Por isso, é importante saber quantas horas dormir em cada fase do desenvolvimento humano, para que nenhuma etapa seja quebrada. Interessou-se pelo assunto? Então continue acompanhando a matéria!

Se você está grávida, ou já é mãe, fique atenta ao sono do seu filho! Confira as indicações abaixo:

  • 1 mês: crianças recém-nascidas ou com até 1 mês de idade precisam dormir de 15 a 20 horas por dia. Os ciclos de sono precisam ser de 1 a 4h de duração, intercalados com períodos de 1 a 2 horas acordado, independente de ser durante a noite ou o dia.
  • 3 meses: já com 3 meses de idade, as crianças precisam passar 15h por dia dormindo. Se for possível, de 6 a 9 horas durante a noite, com sonecas de até 5 horas divididas durante o dia.
  • 6 meses: aos 6 meses de vida, o bebê pode dormir mais durante a noite (aproximadamente 10 horas) e tirar sonecas de 2 a 3 horas durante o dia. O total de horas dormidas precisa atingir 14h. Lembre-se sempre de acostumar seu filho a dormir mais no período da noite: tente entretê-lo durante o dia, para não ocorrer a troca de turnos.
  • 1 ano: quanto seu filho completar um ano, ele precisará passar cerca de 13h do dia dormindo. A maior parte das horas será durante a noite, de 9h a 10h, e o restante deve ser distribuído em duas sonecas, uma de manhã e outra durante a tarde.
  • 2 anos: quanto mais tempo de vida, menos horas de sono, porém ainda é um tempo maior se comparado ao sono de um adulto. Aos 2 anos de idade, a criança precisará dormir 12,5 horas do dia, sendo 10,5 horas durante a noite e 2h durante a tarde.
  • 3 e 4 anos: nesta fase, acaba a soneca. A criança precisa dormir 12 horas por dia, durante a noite.
  • De 6 a 10 anos: nesta fase também não há soneca, e a criança precisa dormir de 10 a 11 horas por noite.
  • De 11 a 13 anos: no estágio de pré-adolescência, a criança precisa dormir entre 9 e 8 horas por noite.

Quando acaba o período de soneca, não significa que ela não seja bem-vinda. Ela continua sendo importante, porém não por períodos tão longos. São recomendadas sonecas de até 20 minutos por dia para manter a disposição do organismo. Quando o tempo é superior a isso, pode atrapalhar o sono noturno. Esse tempo de soneca substitui 2 xícaras de café! Muito legal essa curiosidade, não é mesmo? Então se você é daqueles que adora um cafezinho no trabalho, pense em tirar uma sonequinha de 20 minutos em seu horário de almoço!

Como fazer uma criança dormir mais rápido

1: Crie uma rotina de sono para a criança. Próximo ao horário de dormir, diminua as luzes da casa, dê banho, escove os dentes, coloque o pijama, cante ou leia uma história. O sono exige todo um preparo.

2: Ofereça refeições mais leves durante a noite, e não acorde a criança para mamar. Espere que a fome a desperte, a não ser que alguma recomendação médica exija isso.

3: No caso de crianças maiores, evite dar líquidos até 2h antes de dormir para que a vontade de ir ao banheiro não surja durante a noite, atrapalhando o sono.

4: Evite deixar uma luz de abajur acesa, pois isso pode prejudicar a produção de melatonina, o hormônio do sono. O ideal é deixar o quarto totalmente escuro. Se a criança tiver medo, opte por uma luz fraca, de preferência azul.

5: Nada de aparelhos eletrônicos! Retire todas as distrações da criança pelo menos duas horas antes de seu horário habitual de dormir.

Agora chegou a hora de cuidar de você! Como anda o seu sono? Se você tem um filho pequeno ou recém-nascido, dormir bem se torna uma tarefa um pouco complicada. Mas se o seu sono estiver alterado por conta de trabalho ou demais assuntos pessoais, acredite: para tudo há um jeito! O importante é estar em busca da solução, por isso estamos aqui, para te ajudar. Você sabe quantas horas dormir por dia?

O sono é fundamental para o bom desenvolvimento do seu dia. Afinal, quando estamos cansados e/ou indispostos, nada flui direito, seja no trabalho, em casa ou nos momentos de estudo. Todo adulto de 18 a 64 anos de idade precisa dormir entre 7 e 9h por dia. Acima dessa idade, esse tempo diminui, para 7 a 8h.

Por que o tempo de sono diminui conforme envelhecemos?

A melatonina é o hormônio responsável pela regularização do sono, e sua quantidade diminui no organismo dos seres humanos com o passar do tempo. Por isso, em cada fase da vida, a quantidade mínima de sono muda. Conforme a idade aumenta, a necessidade de sono diminui. Uma pessoa de 60 anos, por exemplo, possui a metade de melatonina de uma pessoa com 20.

É como se fosse uma lei natural do nosso corpo. E não se trata de má qualidade de sono, ou seja, isso não significa que os idosos dormem mal, mas que utilizam o tempo suficiente para se sentirem bem no dia seguinte.

Quanto tempo se leva para dormir?

Uma curiosidade muito bacana de descobrir é quanto tempo, em média, se leva para dormir. Às vezes “apagamos” assim que caímos na cama, e nem vemos o tempo que isso levou. Segundo a organização norte-americana National Sleep Foundation, normalmente as pessoas levam cerca de 10 a 20 minutos para adormecerem.

Se você acha que leva menos ou mais tempo que isso, é sinal de que o seu corpo está tentando lhe dizer algo. Se você dorme em até 5 minutos, então não está dormindo o suficiente no dia a dia, o que o deixa extremamente cansado, a ponto de deitar e apagar. Se você demora mais de 20 minutos, pode ser um sinal de insônia.

O que pode estar causando a sua insônia?

Estudos apontam que a insônia virou um problema mundial. Cerca de 56% das mulheres e 49% dos homens dormem mal diariamente. Apesar de ser um número alto, apenas metade essas pessoas cuidam do seu sono e fazem algo para evitar esse problema. Se você já está por aqui, por que não praticar algumas das nossas dicas ou consultar um médico? A sua qualidade de vida deve estar em primeiro lugar.

Existem diversos fatores que podem estar ocasionando a sua insônia, e grande parte deles podem ser solucionados. Confira alguns deles:

Síndrome das Pernas Inquietas

A pessoa que possui a Síndrome das Pernas Inquietas se movimenta excessivamente durante o sono, o que pode causar um cansaço enorme no dia seguinte. A sua principal característica é uma sensação desconfortável nas pernas que causa a necessidade de movimentá-las, dando nome à síndrome. Para minimizar os espasmos involuntários durante a noite, coloque uma compressa quente em cima dos músculos antes de dormir, pois isso os deixará relaxados. Caso o problema continue, procure seu médico.

Aparelhos eletrônicos

Nenhum aparelho eletrônico é bem-vindo instantes antes de dormir. Engana-se quem pensa que assistir televisão ajuda a induzir o sono. Se você não estiver com sono, evite ir para a cama, para não arrumar outras distrações enquanto está deitado. Evite ao máximo ficar na cama sem ser para dormir, para que seu organismo se acostume com a ideia de que ali é o lugar certo apenas para dormir. Uma pesquisa realizada na Universidade da Califórnia comprovou que os jovens que sofrem de insônia passam muito tempo navegando na internet durante o dia. Ou seja, não é só pelo hábito de checar as redes sociais antes de dormir que a internet te priva do sono, então é importante ter muita cautela.

Vontade de urinar

Se você desperta do sono profundo duas ou mais vezes à noite com uma vontade forte de urinar, pode ser que você sofra de noctúria. Hoje em dia, 3 em cada 5 adultos possuem esse problema. Mudanças no estilo de vida podem ajudar a evitá-lo, e uma delas é levantar as pernas instantes antes de dormir. Quando você faz isso, os fluidos que se acumularam nos tornozelos durante o dia voltam à corrente sanguínea, fazendo com que você os elimine enquanto ainda está acordado. Se você não tiver este hábito, o excesso vira urina enquanto você dorme. Evitar ingerir muito líquido até 3h antes de dormir também é uma boa alternativa.

Dormir do lado errado

Tudo no seu organismo funciona melhor quando você dorme virado(a) para o lado esquerdo. O sistema linfático filtra melhor os resíduos, reduz os sintomas de refluxo ácido no estômago, os alimentos passam com mais facilidade pelo intestino, a circulação do sangue chega mais rápido ao coração, entre outros benefícios que te ajudam a ter um sono melhor.

O ambiente do sono

É importante que o seu quarto siga algumas recomendações universais: a temperatura precisa estar agradável (cerca de 20 graus), as luzes precisam estar apagadas, o silêncio precisa durar toda a noite e o seu colchão deve estar de acordo com os requisitos de que seu corpo necessita. Nesse caso, é importante verificar com seu médico se você precisa de um colchão ortopédico ou alguma tecnologia específica de mola ou espuma especial.

Aqui em nosso blog você encontra todos os modelos de colchões e diversas dicas. Não deixe de acompanhar a Euro Colchões, loja de colchões.

Entenda os ícones de lavagem dos produtos têxteis

Após o sucesso do infográfico com dicas de sono, a Euro Colchões recebeu muitos pedidos sobre qual seria a funcionalidade de cada ícone exibido nas etiquetas dos produtos têxteis. Além de adquirir um material de qualidade e de longa garantia, precisamos ter algumas precauções para aumentar a vida útil deles, evitar consequentes alergias, acúmulo de ácaros e outros problemas para a saúde devido à falta de limpeza.

Por isso, confira um infográfico com os principais ícones de lavagem, compartilhe com seus amigos, familiares e todos os conhecidos que ainda têm dúvidas sobre o tipo de temperatura ideal para cada tecido, se a lavagem é a seco ou na água, se é permitido o uso de cloro e se o processo deve ser feito à mão ou na máquina.

Significado dos ícones de lavagem para texteis

compartilhe