Inverno: 3 dicas para deixar sua cama mais quentinha no frio!

Mesmo se você for do time dos que amam o frio, é preciso admitir: ir para a cama no inverno é uma tarefa bastante difícil. 

Primeiro precisamos tirar a roupa quentinha que estamos vestindo para colocar o nosso pijama. 

Depois, temos que “entrar” na cama, que geralmente está (bem) mais fria do que o lado de fora — sabe aquela sensação de estar com o corpo quentinho e deitar em uma cama que ainda está gelada? Não é das mais agradáveis, não é?!

Mas, depois que vencemos essas etapas, a cama vira um dos lugares mais gostosos para ficarmos quando está friozinho.

Afinal, quem não adora a ideia de ficar embaixo da coberta, assistindo a uma série e tomando uma bebida quente?

Dicas para dormir melhor no frio

Isso nos leva à conclusão de que tudo o que precisamos fazer é descobrir maneiras de esquentar a cama antes de entrarmos nela, para ela estar quentinha e gostosa quando for nos receber. 

E nós descobrimos! 🙂

A melhor parte é que é muito fácil esquentar a sua cama sem precisar recorrer a truques mirabolantes ou aparelhos eletrônicos. 

Nesse artigo, vamos compartilhar 3 dicas que vão ajudar a deixar sua cama mais quentinha (e aconchegante!) nesse inverno. 

São todas bem simples de serem aplicadas, e certamente vão deixar suas noites muito mais gostosas! 

Esperamos que ajude, e boa leitura!  

Dormir no frio: 3 dicas para deixar sua cama mais quentinha no inverno

1. Coloque uma bolsa de água quente na cama

Quando você estiver começando a se preparar para dormir, aproveite o momento para ir esquentando sua cama. 

E como fazer isso?

Com uma bolsa de água quente!

Olha só:

  1. Esquente um pouco de água;
  2. Despeje em uma bolsa térmica;
  3. Coloque-a na sua cama, embaixo do cobertor, por alguns minutos. 

O calor da água vai ajudar a deixar a cama mais quentinha.

Aí, quando você for se deitar, ela já estará supergostosa, só esperando por você! 🙂

E você também pode aproveitar a bolsa térmica ainda quentinha para ficar abraçada nela por mais alguns minutinhos assim que se deitar. 

2. Coloque um cobertor entre o colchão e o lençol de elástico

Tem noites que são tão frias que só nos resta nos protegermos com camadas e mais camadas de cobertor, mantas, edredons e afins.

Só que nem sempre isso é muito confortável, não é?!

Mas já pensou em, ao invés de se cobrir com um cobertor, se deitar por cima dele?

Experimente colocar um cobertor de lã entre o seu colchão e o lençol de elástico.

A lã é um material de baixa condutividade térmica. Ou seja, ela troca pouco calor com o ambiente e outros materiais. 

Consequentemente, quando você se deitar com o seu corpo quente por cima dela, ela vai evitar que você passe o seu calor para o colchão ou para a base da sua cama, diminuindo aquela sensação de choque térmico quando nos deitamos.

Inclusive, essa é uma maneira de potencializar a ideia da bolsa de água quente do tópico anterior.

Use essas duas dicas combinadas e sua cama vai ficar muito mais aconchegante!

Mas, atenção, para essa ideia dar certo, é preciso continuar cobrindo o seu corpo com alguma coberta (só não precisam ser tantas como antes). 

3. Escolha um colchão com malha termossensível

O tecido que reveste um colchão é a cereja do bolo.

Afinal, ele é o contato direto que nós temos com o nosso colchão. 

Por isso, ele precisa ser gostoso no toque e contribuir para o seu bem-estar.

Todos os nossos colchões são confeccionados usando uma malha termossensível, que garante o seu conforto térmico e ajuda você a dormir melhor no frio (e no calor também!).

Experimente o prazer de ter um Euro na sua vida 🙂

Conheça os nossos colchões agora!

Agora ficou mais fácil dormir no frio!

Depois de usar essas dicas, entrar em uma cama gelada não vai ser mais uma questão na sua vida.

O problema só vai ser outro: conseguir sair sem dificuldades de uma cama quentinha no frio (para isso, ainda não conseguimos descobrir o segredo! rs).

Você também tem alguma dica ou truque que ajuda a deixar sua cama mais quentinha no inverno?

Compartilhe com a gente aqui nos comentários.

Quanto mais dicas conseguirmos levantar, melhor! 

Um abraço e até mais!

Ácaros: você pode estar dormindo com um inimigo para a sua saúde

Você já deve ter ouvido falar sobre ácaros, mas saberia dizer exatamente o que são eles e por que são tão perigosos para a sua saúde? Sabe como se proteger? Sabe que já existe uma tecnologia que mantém seu colchão livre desses pequenos parasitas? Confira abaixo.

O que são ácaros?

O ácaro é um serzinho microscópico que vive por toda parte. Na água, no solo, como parasita de plantas e também de animais vertebrados e invertebrados. Dessa forma, não é muito difícil encontrá-los em locais úmidos, escuros e de altas temperaturas… como as residências.

Nossas casas, aliás, são um verdadeiro parque de diversões para eles. Os ácaros amam tapetes, almofadas, bonecos de pelúcia e, principalmente, colchões e travesseiros. Inclusive, especialistas afirmam que, em apenas dois anos de uso de um travesseiro, cerca de 1/3 de seu peso é formado por ácaros. Nojento, né?! Agora imagina por todo o colchão…

Curiosidades sobre ácaros

  • a palavra “ácaro” vem do grego “akares”, que significa “pequeno”. O que faz sentido quando tomamos conhecimento de que um ácaro adulto tem entre 0.25 e 0.75 mm de comprimento, podendo ser ainda menor.
  • Estima-se que existam cerca de 48.000 espécies diferentes de ácaros.

Os perigos do ácaro para a saúde

O perigo do ácaro se dá por dois motivos. Primeiramente, muitas espécies são parasitas do homem. O demodex folliculorum, por exemplo, atinge os folículos pilosos e as glândulas sebáceas, o que pode fazer com que o hospedeiro acabe ficando com cravos na pele. Outra espécie, o sarcoptes scabiei, atua nas áreas cutâneas e pode levar à escabiose, mais conhecida como sarna humana. O segundo motivo é que, mesmo que a espécie não seja parasitária, os ácaros mortos – e até os seus excrementos – podem ser inalados pelo ar e desencadear uma reação alérgica em humanos. Principalmente em quem já tem problemas respiratórios como asma, sinusite e afins.

Ou seja, é importantíssimo saber como manter sua cama limpa e livre de ácaros, para reduzir ao máximo as chances de que alguma crise alérgica seja desencadeada ou que você seja contagiado com alguma das doenças descritas acima.

Nós já falamos aqui em nosso blog sobre a importância de um colchão antiácaro para uma boa noite de sono, em um infográfico cheio de informações importantes. Também já explicamos por que escolher um colchão protegido desses seres microscópicos. Recomendamos a leitura desses artigos para ficar por dentro de mais detalhes sobre a prevenção aos ácaros.

Colchões com proteção antiácaro

Falando em proteção contra ácaros, sabe quem conta com várias opções de colchões com esse tipo de tecnologia? A Euro, claro! Aqui em nosso site, há uma lista de produtos com a exclusiva tecnologia Actipro, o melhor neutralizador de ácaros do mundo, que insere micro-organismos probióticos no tecido do colchão, criando um ambiente impróprio para a proliferação de ácaros (e também bactérias!). Com o Actipro, os ácaros não conseguem se alimentar nem se reproduzir, o que é uma garantia maior de que você pode ter um sono tranquilo e mais limpo.

Quem se gosta e se preocupa com a sua saúde tem um Euro Colchões com tecnologia Actipro.

A iluminação do quarto pode afetar a qualidade do sono?

Decorar a casa é uma das atividades mais gostosas quando o assunto é mudança. Escolher os itens e os objetos que expressam a sua personalidade é uma grande diversão para quem aprecia design de interiores. Além disso, dar um toque especial aos cômodos, com a escolha das cores dos revestimentos e os efeitos de iluminação, é uma forma de valorizar os ambientes.

Entre todos os cômodos, podemos dizer que o mais desafiador é o quarto. O local é responsável pelo merecido descanso das pessoas depois de um dia exaustivo de trabalho e, por isso, precisa garantir uma noite tranquila de sono.

Para isso, é fundamental investir em uma cama e um colchão confortáveis. Acrescente à lista também travesseiros macios e um jogo de cama aconchegante. Mas, se mesmo assim não conseguir uma noite tranquila, saiba que o problema pode estar nos detalhes, como, por exemplo, na iluminação do quarto!

O efeito da luz e das cores na qualidade do sono

Todos os dias, somos submetidos a uma avalanche de cores e luzes. Avalie como é a sua rotina. Só no caminho de volta para a casa, por exemplo, tem as cores dos faróis dos carros, dos letreiros de propaganda, e não se esqueça do estresse provocado pelo trânsito.

Para amenizar tudo isso, nada melhor do que um repouso. Melhor ainda se for visual, justamente para provocar o estímulo de relaxamento em nosso cérebro. Por isso, na hora de escolher as cores das paredes do quarto, dê preferência para tons mais leves. Cores vibrantes não são bem-vindas nesse cômodo!

Outro truque para ter uma boa noite de sono é a iluminação. Às vezes, para garantir uma economia no fim do mês na conta de energia, o morador dá preferência a lâmpadas de tipo LED. Por ter uma cor mais fria, o potencial de iluminação é maior se comparado a outros modelos. Mas essa intensidade prejudica o processo de relaxamento antes do sono. Cores claras e vibrantes transmitem para o corpo a sensação de energia, deixando o organismo em estado de alerta. É como se o corpo continuasse na mesma vibração com a qual chegou em casa no final do dia.

Por isso, na hora de escolher a iluminação que vai usar no quarto, dê preferência para as lâmpadas com cores mais quentes. Procure por opções que auxiliem na criação de uma atmosfera mais aconchegante. Uma dica é usar poucos pontos de luz, deixando o ambiente com um tom alaranjado e com meia-luz. Com essa tática, assim que o dono do quarto chegar para descansar, já conseguirá mudar a vibração do corpo. Isso vai tornar mais fácil deixar toda a adrenalina vivida durante o dia da porta para fora e desfrutar o tão aguardado descanso.

Ter uma boa noite de sono é a receita ideal para conseguir dias mais produtivos e saudáveis. Cientificamente falando, a luz influencia na produção de um hormônio chamado melatonina. Ela funciona no corpo como se fosse o motor do nosso relógio biológico e auxilia no processo do organismo em distinguir o dia da noite. O detalhe é que o hormônio só é produzido durante o sono, quando o ser humano fecha os olhos e inibe a entrada de luz.

Afinal, como dormir mais e melhor?

Pelo menos 40% da população brasileira sofrem com problemas de sono, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). As causas são as mais variadas, mas boa parte dos casos pode ser amenizada com hábitos mais saudáveis.

Além de criar uma atmosfera mais aconchegante com a iluminação ideal, evite utilizar o celular quando estiver pronto para dormir. Atividades como navegar no computador ou assistir TV na cama também precisam ser descartadas. Faça atividades mais relaxantes e prazerosas, como ler um bom livro ou tomar uma xícara de chá antes de dormir.

Quer saber mais dicas de sono como essas? Fique ligado(a) aqui no blog da Euro, sua loja de colchões online.

Malefícios do álcool para o sono

Algumas pessoas têm o hábito de ingerir álcool antes de dormir, como uma estratégia para conseguir cair no sono mais rápido. Elas acham que beber uma simples cervejinha antes de se deitar não faz mal. Quando é um caso isolado e uma quantidade pequena, os malefícios do álcool para o sono não chegam a fazer efeito. Entretanto, o problema começa quando beber se torna um hábito.

Os malefícios do álcool para o sono

Os malefícios do álcool para o sono podem ser bem mais irritantes do que uma leve ressaca no outro dia. Quando você ingere bebidas alcoólicas e já vai dormir, o seu cérebro não vai deixar você chegar ao seu sono profundo.

Pesquisadores afirmam que se deve ingerir álcool no máximo três horas antes de ir se deitar. Afirmam, também, que o sono fica muito mais leve, ou seja, qualquer barulho, por menor que seja, vai te acordar e você terá dificuldades para voltar a dormir.

Mas, beber antes de dormir também pode trazer outros problemas. Como, por exemplo:

Apneia do sono

A apneia do sono acontece quando o corpo inconscientemente para de respirar por alguns instantes, voltando instantes depois. Ele é mais comum em homens, e alguns de seus sintomas são o ronco alto e a sensação de cansaço ao acordar.

Roncar

O ronco por si só também pode ser provocado por conta da bebida, pois, quando você bebe, os músculos da garganta e da língua ficam relaxados, induzindo a ele. Quando uma pessoa já tem a facilidade de roncar mesmo sem ter bebido, tende a roncar ainda mais alto quando bebe.

Demora em aprender e dificulta com a memória

A relação do álcool com a dificuldade de aprendizagem e a falta de memória também é algo que devemos levar em conta. A redução de habilidades motoras e a capacidade cognitiva são alguns dos sintomas de que você deve pegar um pouco mais leve da próxima vez.

Atinge o sistema nervoso central

O álcool é uma substância que afeta vários neurotransmissores do cérebro. Quando você o ingere, ele pode gerar euforia, fala amolecida e falta de coordenação motora.

Além disso, algumas vitaminas podem deixar se ser produzidas durante o consumo. Algumas delas são as vitaminas B1 e B12. Além disso, com consumo excessivo de álcool, o sistema nervoso pode ficar alterado de forma irreversível, gerando doenças como demência.

O que fazer para tentar desviar os malefícios do álcool para o sono

Beba comendo

Quando você ingere algum alimento, principalmente aqueles com muito carboidrato, como pão e massas, você aumenta a capacidade de o seu corpo metabolizar o álcool. Mas, tome cuidado: a comida reduz a sensação de embriaguez, o que pode fazer com que você beba ainda mais.

Sempre respeite a regra da água

Se você ingerir um copo de água a cada dois copos de bebida alcoólica, os malefícios do álcool para o sono serão menos sentidos. Isso porque o álcool acumulado no estômago será diluído, fazendo com que a proporção de álcool presente na sua corrente sanguínea seja menor.

Evite bebidas com gás

Espumantes e drinks gaseificados devem ser evitadas ao máximo. As bolhas causam gases e inchaço, o que pode causar dificuldades de sono enquanto seu estômago estiver tentando absorvê-los.

Embora muitos pensem que ficam mais corajosos, dispostos e até mais desinibidos com bebidas alcoólicas, a ingestão delas traz mais malefícios do que vantagens, inclusive na hora de dormir.

E sabemos que você preza muito por ter uma boa noite de sono, não é mesmo? Conseguir ter uma noite tranquila fica ainda mais fácil ao se deitar em um Colchão Euro. Navegue pelo nosso blog e venha saber outras dicas de sono.

Como a cafeína atrapalha o sono

Tudo em excesso faz mal, e isso a maioria das pessoas sabe. Com a cafeína não seria diferente. A Euro colchões veio aqui falar sobre um dos problemas desencadeados pelo excesso dessa substância no organismo. Como a cafeína atrapalha o sono? É isso que você vai descobrir a seguir!

Se você nunca procurou saber se era real o fato de que a cafeína influencia no nosso sono, então saiba que está no lugar certo, porque aqui você vai descobrir exatamente como isso acontece. Confira!

Como a cafeína atrapalha o sono?

Tomar café é um hábito da maioria dos brasileiros. O cafezinho pela manhã e depois do almoço são costumes tão comuns que às vezes as pessoas são até viciadas nisso e não sabem.

No entanto, o excesso da cafeína pode proporcionar noites de sono não tão boas assim, que não satisfaçam o desejo dos indivíduos por descanso. Mas, o que a cafeína faz com o seu sono no final das contas? É isso que as pessoas precisam descobrir.

O que é cafeína?

Um composto químico, a cafeína é um estímulo para o nosso corpo. Tanto é que, se você está com sono e quer despertar, basta tomar uma pequena xícara de café com açúcar. Isso gera um pico de insulina que te faz sentir-se enérgico, no entanto, pouco tempo mais tarde, lá está você exausto novamente.

Isso gera um ciclo vicioso, pois as pessoas se condicionam a ter que tomar café para se manterem devidamente atentas e acordadas. O café é capaz de afetar até o humor desses indivíduos, positivamente em um primeiro momento, no entanto, como faz o corpo liberar adrenalina, as pessoas também podem se sentir ansiosas ou irritadas.

Estudos

A Universidade de Montréal no Canadá realizou estudos que comprovam que pessoas que ingerem cafeína e querem dormir bem não conseguem.

Isso nada tem a ver com estar cansado ou não. No estudo, o consumo exagerado de cafeína fazia com que as pessoas, mesmo exaustas, não conseguissem pegar no sono.

Quanto se pode beber?

O café realmente atrapalha no sono, mas somente o café em excesso, porque aí você terá muita cafeína em sua corrente sanguínea.

Por isso, médicos recomendam que as pessoas tomem até dois dedos de café por dia, uma quantidade necessária para satisfazer a vontade pela bebida e que não afetará o sono das pessoas ao final do dia.

Onde a cafeína é encontrada?

Engana-se quem pensa que a cafeína está somente no café. Ela está presente também no mate, no cacau, nos refrigerantes de cola e também no guaraná. Portanto, um açaí com xarope de guaraná tem cafeína, um chocolate tem cafeína, e até mesmo a Coca-Cola, o chá mate e o chimarrão.

Para diminuir a quantidade de cafeína no seu corpo é preciso saber de onde ela vem. Se não, você acaba ingerindo essa substância da mesma forma, sem nem ao menos se dar conta.

Cafeína pode fazer bem

Se ingerida sem excessos, a cafeína pode até trazer resultados positivos para a vida das pessoas. Você pode usá-la para estudar, para se manter mais alerta durante uma prova ou até mesmo para emagrecer.

Outro estudo realizado em Erlangen-Nuremberg em 2007 mostrou que a cafeína é capaz de potencializar efeitos de algumas medicações. Quando ingerida, ela torna analgésicos, como o paracetamol, mais eficazes.

Além disso, algumas pessoas também usam a cafeína como um estimulante para a prática de atividades físicas. Mas, isso geralmente acontece com a ajuda de um nutricionista, que calcula exatamente a quantidade de café que uma pessoa precisa beber para se sentir disposta a se exercitar, e não ter seu sono interrompido à noite.

Por isso, agora você já sabe: se quer dormir bem, não ingira café em excesso. Utilize essa bebida a seu favor, e, caso esteja viciado nela, busque ajuda para conseguir se livrar desse hábito.

Agora, se você quiser dormir com qualidade, evite tomar café no final da tarde/noite e, claro, durma em um Euro colchão!

Como manter a rotina de sono nas férias

Suas férias chegaram? Isso é ótimo! Quem é que não adora um descanso? Descansar é necessário para que possamos revigorar nosso corpo e mente, para conseguir voltar às tarefas a todo vapor. Mas, a rotina de sono pode ser bastante afetada nesta época . Desta forma, como manter a rotina de sono nesse período?

Para achar a resposta dessa pergunta, você veio ao lugar certo. Quase todo mundo adora dormir, mas desregular seu sono em um período de férias pode fazer com que você demore a voltar ao ritmo depois que elas acabam. Mas, aqui, te daremos algumas dicas para evitar que isso aconteça.

Como manter a rotina de sono nas férias

Não é impossível manter a rotina de sono nas férias. Embora seja tentador passar o dia todo na cama, quando você não precisa cumprir com nenhuma obrigação, é preciso se manter ativo para que no fim das suas férias não haja problemas para retomar suas tarefas do dia a dia.

Sendo assim, você pode recorrer à dicas bem simples que irão te ajudar a não cair na tentação de continuar dormindo e desregular todo o seu sono.

Além disso, as férias também servem para serem aproveitadas, certo? Você pode viajar, conhecer novos lugares e pessoas, fazer um curso que queria há muito tempo, ou então aproveitar para passar mais tempo com a sua família.

Sendo assim, dormir demais não é legal. Você pode tirar um ou dois dias para colocar o sono atrasado em dia mas depois desse período, é hora de aproveitar o tempo livre que você tem. Afinal, nós seres humanos só precisamos de oito horas de sono para conseguir recarregar as energias.

Acorde cedo

Uma dica importante para manter a rotina de sono nas férias é: acorde cedo. Mas calma! Não precisa ser tão cedo assim. Se normalmente você levanta às seis da manhã, seria pedir demais que continuasse se levantando nesse mesmo horário.

Mas, você pode levantar às oito ou nove da manhã. Que tal? Isso te proporcionaria um tempinho a mais de sono e não ia afetar suas noites, porque você passaria boa parte do dia acordado.

Esqueça eletrônicos na hora de dormir

Algo que impede as pessoas de pegarem no sono são aparelhos eletrônicos. Muita gente se deita com o celular nas mãos e quando percebe, lá se foram cinquenta minutos nas redes sociais. Por isso, evite. Responda todas as mensagens antes de se deitar e vá para a cama sem celular, tablets ou qualquer dispositivo eletrônico.

Coloque o despertador longe da cama

Outra dica é: coloque seu despertador longe da cama. Ainda que você esteja de férias, acordar também é algo que acontece com um despertador, principalmente no período da manhã. Mas nas férias é muito fácil desligar o despertador que está ao seu lado e continuar dormindo. Então, certifique-se de que ele esteja longe de você.

Isso vai acabar te forçando a levantar para desligá-lo,assim você não corre risco de apertar o botão de “desliga” sem perceber, ainda sonolento e voltar a dormir, desajustando toda a sua rotina de sono.

Não durma em horários avulsos do dia

Ainda que você tenha muito tempo livre nas férias, não durma em horários aleatórios do dia. Isso vai fazer com que você não sinta sono ao se deitar à noite, trocando o dia pela noite, o que te impede totalmente de aproveitar suas férias como deveria.

Procure se entreter, se encontre com velhos amigos, passeie mais, estude, cozinhe ou faça qualquer outra coisa que irá preencher as horas do seu dia. Mas não durma!

Agora você já sabe como manter a rotina de sono nas férias. Siga as dicas e se livre da preguiça na hora de ter que voltar para a correria do dia a dia.

Ouvir música antes de dormir é bom ou ruim?

Quando o assunto é ouvir música antes de dormir, muitas pessoas se identificam pelo fato de realizar maior parte das tarefas diárias na presença de um fone de ouvido, escutando suas músicas preferidas. Elas deixam a vida mais leve, animada e com a nossa cara, não é mesmo? Porém, alguns tipos de música podem atrapalhar o seu sono, enquanto outras podem te ajudar a dormir. Continue acompanhando o artigo e saiba quais são as ideais para cada momento.

Um estudo científico realizado em uma Universidade na Alemanha identificou que ouvir música antes e durante o sono ajuda em algumas funções cerebrais, como concentração, humor e memória, porém não é todo tipo de música que é recomendado. Além disso, as ondas sonoras podem contribuir para uma qualidade de sono maior. De acordo com os estudiosos, ouvir música antes de dormirpode ser um ótimo estímulo quando utilizado da forma correta.

Vale ressaltar que ouvir música pode também aliviar algumas sensações do corpo, como ansiedade, mal humor e desconcentração.

Gêneros musicais para ouvir dormindo

A grande recomendação dos cientistas é optar por músicas calmas e tranquilas antes de dormir, pois elas podem contribuir para um sono leve. No entanto, evite sons agitados como rock, funk e eletrônica, visto que transmitem uma sensação de euforia e agito, o que pode atrapalhar o sono.

Crie uma playlist do sono

Já pensou em criar uma playlist do sono no seu spotify? Escolher corretamente a listagem das músicas pode contribuir muito para os resultados. Daí, quando você for dormir, é só apertar o play e confiar que nenhuma música fora do padrão irá tocar.

Ouvir música antes de dormir todo dia faz mal?

Não existe nenhuma pesquisa que relata a prática de ouvir música como prejudicial à saúde, certamente a única recomendação é tomar cuidado com o volume em que se escuta seu som, pois volumes muito altos podem afetar os tímpanos e a capacidade auditiva do indivíduo.

Viu como a música pode fazer bem à sua noite de sono? Fique ligado(a) aqui em nosso blog e fique sempre por dentro das nossas dicas e novidades!

Quais são as melhores posições para dormir?

Você sabia que a posição em que dormimos pode impactar na qualidade do sono e pode comprometer ou aliviar certos órgãos? Por isso, é importante saber quais são as melhores posições para dormir. Geralmente, as pessoas que acordam com dores ou fadigas podem relacionar as causas diretamente com a posição em que estão descansando o corpo durante a noite.

Dormir em uma posição incorreta pode acarretar diversos fatores negativos no futuro, além de complicar a qualidade do sono.

As melhores posições para dormir

As melhores posições para dormir são de barriga para cima e de lado, pois ambas favorecem a respiração e contam com maior probabilidade de qualidade do sono durante a noite.

Dormir de barriga para cima

Nesta posição, mantém-se os ombros alinhados à coluna, o que favorece a expansão pulmonar para respirar, garantindo facilidade na circulação arterial e vascular. Para quem está acima do peso ou tem problemas respiratórios, a posição pode causar roncos ou agravar a apneia, porém, a posição de barriga para cima é a posição que menos força o pescoço.

Dormir de lado

Independentemente do lado em que esteja dormindo, essa posição fornece maior circulação sanguínea e alinhamento do tronco durante o repouso. Vale lembrar que essa posição é a mais recomendada também para as grávidas, geralmente para o lado esquerdo, e com uma almofada entre as pernas para auxiliar no posicionamento ereto da coluna.

Malefícios das piores posições para dormir

Dentre as piores posições para dormir, se encontram na lista a posição de bruços e a fetal, uma vez que ambas comprometem a respiração e podem forçar alguma parte do corpo.

Dormir de bruços

Ao dormir de bruços, as pessoas tendem a forçar desnecessariamente a coluna, fazendo uma tensão que pode resultar em dores no dia seguinte, e o mesmo acontece com os braços e o pescoço. Além disso, essa posição também diminui a expansão dos pulmões, fazendo com que circule menos oxigênio pelo organismo.

Dormir em posição fetal

A posição fetal atrapalha na desenvoltura do corpo e compromete diretamente a postura dos ombros e pescoço, além de impedir a respiração durante a noite.

Quando falamos de qualidade de sono, isso pode ser atribuído a diversos fatores de influência, como humor, memória, concentração e ansiedade. Tudo isso está relacionado à forma que descansamos a mente e o corpo durante o sono.

Opte pelas melhores posições para dormir

Mesmo com a prática incorreta das posições para dormir, ainda há tempo de mudar e alavancar a qualidade do seu sono. O ideal é mudar aos poucos, fazendo com que o corpo se acostume com as posições favoráveis citadas, eliminando o mau hábito de dormir nas posições erradas.

Caso as dores na coluna continuem mesmo após dormir nas posições corretas, procure o seu médico e/ou verifique a vida útil de seu colchão. Em nossa loja online de colchões, você encontra os melhores produtos para a sua noite de sono!

Como evitar o excesso de sono

Você anda dormindo demais, tem sentido sono em momentos errados ou continua sonolento mesmo depois de dormir por 8h seguidas? Então você chegou ao lugar certo! Com essa rotina, dificilmente você está conseguindo ser produtivo como gostaria, não é mesmo? Mas fique tranquilo(a), pois com alguns hábitos, é possível evitar o excesso de sono. O primeiro passo é analisar o que pode estar te deixando com sono durante o dia.

Alterar os padrões de sono no começo pode ser bem difícil, assim como qualquer outro costume, mas se você está em busca de um sono de maior qualidade, para que o seu dia seguinte seja melhor, com menos fadiga e mais disposição, é importante ser persistente. Confira algumas dicas da Euro Colchões:

Mantenha uma rotina de sono

Já que começamos a falar sobre hábito, porque não criar uma rotina de sono? Apesar de parecer besteira, dormir e acordar sempre nos mesmos horários te ajuda a evitar o excesso de sono, pois o seu corpo se acostuma que aquele é o horário certo para dormir. Pode acontecer de chegar no final de semana e você acordar no mesmo horário, pois estará habituado àquilo. Para criar essa rotina, configure o despertador não só para acordar, mas para dormir também.

Use o ambiente a seu favor

Dormir com o local totalmente escuro, com temperatura ambiente entre 20 e 23 graus e sem barulhos colabora para que nada te acorde. O escuro irá ajudá-lo a dormir e a luz sinalizará que é hora de acordar.

A hora correta para exercitar-se

Sabemos que muita gente prefere treinar durante a noite para dormir mais pela manhã, mas o recomendado é exatamente ao contrário. Exercitar-se próximo ao horário de dormir estimula sua mente e seu corpo a manterem-se acordados, o que aumenta a possibilidade de insônia.

Evite o modo soneca no celular

Dormir alguns minutinhos a mais pode ser tentador, mas não é nada bom. Isso faz com que você fique grogue e querendo dormir ainda mais. Levante-se assim que o despertador tocar. Uma boa tática é dormir com o celular longe, dessa maneira você será obrigado a levantar para desligá-lo.

O manual do sonâmbulo

O manual do sonâmbulo - Infográfico que comenta sobre os mitos e verdades do sonambulismo - Euro Colchões

Consulte a versão transcrita do infográfico

O manual do sonâmbulo

Você sabia que o sonambulismo é um tipo de parassonia? Caracterizado como um transtorno comportamental durante o sono, ele pode ocasionar:

  • Movimentos anormais
  • Emoções
  • Percepções
  • Sonhos agitados

Existem diversas causas para o sonambulismo, uma delas é estar em um ambiente desconhecido, que você nunca esteve antes. Os episódios são mais comuns em crianças e não é considerado uma doença, mas um distúrbio benigno. Os fenômenos físicos acontecem quando o sistema nervoso central é ativado durante o sono.

A fase do sono em que o sonambulismo ocorre

É mais provável que o sonambulismo aconteça na primeira metade da noite, durante a fase de ondas lentas, chamada também de “Não REM”, que representa cerca de 50% da noite de sono.

Curiosidades sobre o sonambulismo

  • Como os sonhos acontecem na fase REM, não existe a possibilidade de um sonâmbulo estar sonhando;
  • O sonâmbulo costuma praticar ações rotineiras como levantar da cama, ir ao banheiro, comer, andar etc;
  • É mais comum acontecer com crianças de 5 a 12 anos. Cerca de 15% a 30% das crianças já tiveram algum episódio de sonambulismo;
  • Cerca de 1% dos adultos pode ter sonambulismo;
  • Uma crise de sonambulismo pode durar de segundos até meia hora;
  • Se alguém da família possui o distúrbio, as chances de desenvolvê-lo são maiores. 80% dos sonâmbulos têm histórico familiar;
  • Ansiedade, estresse e privação do sono também podem ocasionar o sonambulismo.

É verdade que não se pode acordar um sonâmbulo?

Mito! Você pode acordá-lo, porém ele terá reações assustadas, que podem levar ao estresse. A melhor forma é auxiliá-lo a voltar para a cama enquanto está sonâmbulo.

Sonambulismo tem cura! Procure um especialista. O melhor colchão para a sua noite de sono ser livre de estresse e ansiedade você já sabe onde encontrar! Visite a loja de colchões online da Euro Colchões.