Menu
como evitar o ronco loja colchoes rio de janeiro euro colchoes

O pai, uma amiga, o marido… Todo mundo conhece alguém que ronca. E, na maioria das vezes, essa pessoa nega (seja por desconhecer sua complicação ou por vergonha de assumir isso). Por ser um transtorno que pode se tornar algo muito maior, é necessário que seja tratado o quanto antes.

“Ok, eu ronco”

O primeiro passo é reconhecer, isso não é um trabalho que se faça sozinho. Caso você ainda não tenha certeza e desconfie que ronque, peça para alguém te observar enquanto dorme. Caso você seja a pessoa que perde o sono porque outra te incomoda com o ruído, uma boa opção é gravar o comportamento dela durante a noite, o que pode ser feito com uma câmera ou com o celular. Ah, e lembre-se de ser gentil com o sujeito ao alertá-lo sobre o problema.

O que faço para parar de roncar?

Preste atenção em como você dorme

Por incrível que pareça, a maneira como você se deita na cama é muito importante para evitar o ronco. Segundo otorrinolaringologistas, é mais indicado dormir de lado ou de bruços. Eles lembram que deitar de barriga para cima é muito desfavorável, pois nessa posição, a gravidade e a retração da língua para trás podem gerar um estreitamento da passagem de ar. Com isso, os tecidos da faringe vibram muito mais, causando, assim, barulho excessivo.

Esteja de bem com a balança

Claro que pessoas que estejam no peso ideal também roncam, mas as chances são maiores se você estiver acima do peso. Isso acontece porque o excesso de gordura também se acumula no pescoço, o que causa um estreitamento da faringe e prejudica a passagem de ar. Ou seja, é importante também prestar atenção na alimentação e, inclusive, no que bebe.

Se roncar, não beba

Sim, a bebida também atrapalha na hora de controlar o ronco. Apesar de isso não ser tão perceptível durante o dia, à noite, os músculos de quem bebe frequentemente ficam relaxados em excesso, uma vez que já relaxamos naturalmente antes de dormir. Já percebeu que mesmo quem não costuma roncar à noite também pode apresentar o transtorno depois que exagera na bebida? A causa é justamente essa.

Corrija sua arcada dentária

É difícil associarmos de imediato o problema do ronco a um dentista, mas é verdade: a forma como seus dentes estão alinhados pode favorecer o desenvolvimento do transtorno. E também pode acontecer a situação inversa: a forma como você respira pode fazer com que seus dentes saiam de alinhamento. Por isso, é importante consultar tanto seu odontologista quanto um otorrinolaringologista para verificar se a origem do seu contratempo é essa.

E mais…

Vale lembrar também que dilatadores nasais nem sempre vão resolver o seu problema, pois eles tratam (como o próprio nome diz) um possível problema de respiração pelo nariz, e nem sempre o ronco acontece por esse motivo. Por isso, antes de começar o seu uso, é recomendado procurar um médico especializado de sua confiança. Inclusive, nenhuma das dicas aqui apresentadas dispensa uma visita ao seu médico, pois ele pode avaliar se o seu transtorno é algo simples de se resolver ou se requer um cuidado especial.

Durante o tratamento do ronco, é importante dormir num lugar com pouca ou nenhuma luz e som. Um lugar calmo, tranquilo. Além, claro, de se deitar num lugar confortável, como só os nossos Euro Colchões conseguem ser.

Compartilhe esse post!

0 Comentário

Artigos relacionados

  TOPO